Mais um dia que passa, mais uma pá de terra é jogada na cova dos veículos a combustão: o Reino Unido foi quem deu a contribuição mais recente, ao anunciar que tem um plano para que as vendas de veículos leves (carros e vans) à combustão sejam proibidas a partir de 2040.

A medida visa contribuir para a meta do conjunto de países em reduzir drasticamente a poluição e não inclui os veículos híbridos. O anuncio foi feito depois de um relatório de qualidade do ar que foi divulgado pelo DEFRA, o departamento responsável por assuntos de meio ambiente do Reino Unido.Vale notar que os veículos à combustão não estarão proibidos de circular, mas apenas não serão mais vendidos.

O governo propôs ainda a criação de “zonas de ar limpo” ao longo dos países – os órgãos responsáveis deverão fazer um levantamento das áreas mais poluídas e entregar um plano até o fim de 2018.

Além disso, motivados pelo escândalo das trapaças nos veículos a diesel para burlar testes de emissões, um plano para retirada dos automóveis abastecidos com esse combustível é cogitado.

Antes do Reino Unido, a França e a Alemanha já haviam anunciado medidas parecidas, também buscando uma forma de diminuir drasticamente a quantidade de veículos movidos a gasolina e diesel.