Se depender da nova parceria entre a Bosch e a Mercedes-Benz, o primeiro passo em direção à direção autônoma vem na forma de nos livrar da tarefa de ter que encontrar vagas em estacionamentos – e ter que buscar o carro depois também.

Isso porque, algumas pessoas que visitarem o museu da Mercedes em Stuttgart poderão usar o sistema que a montadora e a Bosch estão chamando de “valet automatizado”: um sistema que vai permitir que alguns visitantes aluguem carros que entram e saem de suas vagas sozinhos.

Para fazer a mágica acontecer, o dono do carro só precisará ter um aplicativo em seus smartphones e escolher um veículo disponível em uma das vagas e esperar que o carro vá de forma autônoma até o ponto de embarque. Na hora de devolver, o processo é igualmente simples: basta parar o carro em um ponto específico e escolher uma vaga livre, aí o carro vai sozinho para lá.

Os carros que participam do programa já contam com funções autônomas, mas eles se comunicam com sensores instalados pela Bosch no estacionamento que ajudam a monitorar outros veículos e também avisam sobre obstáculos potenciais.

A estrutura foi construída pela Bosch para que os dados trocados entre o sistema do carro e do estacionamento sejam coletados para que a Daimler, o grupo dono da Mercedes, possa utilizá-los para desenvolver sua própria tecnologia autônoma. A empresa acredita que o estacionamento autônomo pode permitir u aumento de 20% de veículos em estacionamentos já existentes.

De início, o estacionamento autônomo funcionará mais como uma demonstração, mas a Mercedes pretende levar a função aos clientes já em 2018 – dependendo apenas de autorizações regulatórias para que isso aconteça.