Se você acha que o sistema de ride sharing de uma frota de veículos elétricos iria demorar para chegar ao Brasil, a LDS Group quer mostrar que você pode estar errado. A empresa lançou ontem o Urbano LDSharing, uma plataforma de compartilhamento que conta com 15 modelos elétricos que os paulistanos poderão utilizar para dar suas voltas pela cidade.

O sistema é simples de usar: através de um aplicativo, você pode encontrar um carro mais próximo e reservá-lo. Aí é só ir até o ponto de coleta, dirigir e depois devolver o veículo, com o pagamento sendo feito automaticamente por cartão de crédito. O custo é de R$ 29 a cada 20 minutos de uso, com diferentes tarifas por utilização.

A parte curiosa é que esses pontos de coletas não são necessariamente um local específico, mas sim regiões – as chamadas “home zones”. Isso significa que você poderá coletar seu carro e deixá-lo em uma vaga comum em um determinado quarteirão, num bairro, desde que dentro da área de operação. Serão 15 áreas dessas em São Paulo, distribuídas entre Jardim Europa, Vila Olímpia, Vila Nova Conceição, Itaim Bibi, Moema e região da Berrini.

O Smart e a BMW i3, os dois modelos elétricos disponíveis na frota da Urbano LDSharing

Ao todo, serão 60 carros disponibilizados, mas apenas 15 serão totalmente elétricos. “Teremos um modelo para trajetos curtos, com carros como o BMW i3 e o Smart, ambos elétricos”, explicou o empresário Leonardo Domingos em entrevista para o jornal Folha de São Paulo. “Queríamos ter 100% da frota composta por veículos verdes”.

A expectativa é chegar ao fim de 2018 com 300 carros no total, sendo que desses, 150 deverão ser elétricos.

Por enquanto o compartilhamento acontece em caráter de teste, então se você for de São Paulo e quiser dar umas voltas com um carro elétrico por aí, é necessário se inscrever no site da plataforma.