Uma das coisas mais maneiras do advento dos carros elétricos, como já falei aqui algumas vezes, é que diversas empresas diferentes estão tendo a oportunidade (ou a esperança) de participar da revolução e (tentar) conquistar seu espaço no segmento automotivo que, como é sabido, é dominado por gigantescos conglomerados que estão aí há bastante tempo.

Dito isso, uma empresa alemã chamada e.Go lançou o Life, seu pequenino veículo elétrico voltado para a composição de frotas de carros que podem ser disponibilizados para plataformas de ride-sharing (uma espécie de aluguel).

Ele lembra muito o Smart ForTwo, mas com quatro lugares, e vem equipado com uma unidade motriz de 48 volts, composta de dois motores elétricos de 10,5 kW cada e seis células de baterias – que pesam 90 kg no total. O conjunto foi desenvolvido pela Bosch e garante uma autonomia estimada em 130 quilômetros por recarga, que pode subir para 170 quilômetros com um upgrade disponível.

Os componentes de propulsão do e.Go Life são compartilhados com outros veículos, como scooters elétricas, ajudando a manter o custo baixo. Os motores e as baterias contam com um sistema de controle eletrônico que reduz a quantidade de cabos envolvidos em sua fabricação e também mantém o peso total de tudo mais baixo.

O carro também conta com um aplicativo para que os motoristas possam checar o status de carga da bateria, chamado de e.Go uDrive. O pequenino carro será lançado de forma oficial em 2018 na Europa a um preço estimado de £ 14 mil, o que dá aproximadamente R$ 60 mil em conversão direta.