A fabricante automotiva japonesa Mitsubishi admitiu em declaração para a imprensa que manipulou dados sobre economia de combustível em cerca de 625 mil veículos. Durante o comunicado, a fabricante também pediu desculpas e confirmou que está investigando os funcionários envolvidos no caso.

Os modelos sob que tiveram os dados alterados estão na categoria "kei". São eles: eK Wagon, eK Space, Dayz e Dayz Roox — você pode estranhar os nomes, já que eles não são comercializados no Brasil. A razão da alteração desses dados é que, quanto melhores os dados sobre o consumo de combustível — e mais "eco-friendly" —, menos dinheiro a fabricante precisa gastar em taxas na montagem.

Os dados alterados, segundo a declaração, tocam nas informações sobre a "resistência do ar" e a "resistência de rolagem" dos pneus dos veículos citados acima. Após a publicação do comunicado, as ações da Mitsubishi caíram 15%. Além disso, a fabricante perdeu cerca de US$ 1,2 bilhão (R$ 4 bilhões) em valor de mercado.

O que você achou da ação da Mitsubishi? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: