Sete anos depois, este filme ainda é um dos mais perturbadores da Netflix

Imagem de: Sete anos depois, este filme ainda é um dos mais perturbadores da Netflix
Imagem: Netflix

Em um lançamento que capturou a atenção dos amantes de suspense e horror, a Netflix apresentou Jogo Perigoso (Gerald's Game) em 2017, um filme que mergulha os espectadores em uma trama intensa e psicologicamente complexa.

Dirigido por Mike Flanagan, conhecido por seu trabalho em produções aclamadas como A Queda da Casa de Usher e A Maldição da Residência Hill, ele é baseado no romance homônimo de Stephen King, trazendo uma história que explora os limites da sobrevivência e os fantasmas do passado que nos assombram.

Fonte:  Netflix 

Pertubador é pouco

A trama gira em torno de Jessie Burlingame, interpretada magistralmente por Carla Gugino (Watchmen), que se encontra em uma situação de pesadelo: algemada à cama em uma casa isolada, após uma tentativa de jogo erótico com o marido Gerald, interpretado por Bruce Greenwood (Star Trek), dar terrivelmente errado.

O filme mergulha em sequências de alucinações e memórias traumáticas, enquanto Jessie luta pela sobrevivência. Além de Gugino e Greenwood, o longa conta com atuações de Henry Thomas (Cemitério Maldito: A Origem), Carel Struycken (A Família Addams), e Kate Siegel (Hush: A Morte Ouve), cada um contribuindo para a atmosfera intensa e perturbadora.

A tensão é acentuada pela presença de figuras assustadoras e a revelação de segredos obscuros, fazendo de Jogo Perigoso uma experiência cinematográfica que desafia os nervos.

Vale a pena assistir Jogo Perigoso?

A recepção do filme foi amplamente positiva, com aprovação de 91% da crítica (baseada em 79 avaliações) e 70% da audiência (baseada em mais de 2500 avaliações) no Rotten Tomatoes.

O consenso dos críticos destaca a atuação de Carla Gugino como um ponto alto do filme, elogiando sua capacidade de carregar o suspense em pequena escala com uma performance que define sua carreira.No IMDb, ele recebeu uma avaliação de 6.5/10.

Stephen King, o autor do romance original, o descreveu como "hipnótico, horrível e excelente", uma recomendação que, vindo de uma figura tão emblemática no gênero de horror, pesa certamente a favor do longa.

Em suma, Jogo Perigoso é uma obra que desafia as expectativas, combinando suspense psicológico, terror e um estudo profundo de personagem para criar uma experiência cinematográfica memorável. Para quem é fã de thrillers que te deixam na ponta do sofá, esta produção com certeza é uma ótima recomendação.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.