First Kiss: conheça a nova série LGBTQIA+ de vampiros da Netflix

Imagem de: First Kiss: conheça a nova série LGBTQIA+ de vampiros da Netflix
Imagem: Divulgação/Netflix

Chegou na Netflix na última sexta-feira (10) a série Primeira Morte, a mais nova aposta do streaming para o público adolescente. A história é uma mistura de Buffy e Killing Eve, segundo o roteirista, e apresenta duas garotas que se apaixonam. O único problema é que uma é vampira e a outra vem de uma família que os caça.

A trama é baseada no conto homônimo da autora Victoria Schwab (Vilão), publicado em 2020 no livro Vampires Never Get Old: Tales with Fresh Bite.

A trama de Primeira Morte

Segundo a sinopse da série, Juliett é uma vampira e chega à idade de fazer sua primeira morte para se estabelecer como um membro oficial da tradicional família de vampiros. Para isso, ela escolhe sua vítima: Calliope, uma menina que acabou de se mudar para a cidade. O que ela não esperava, no entanto, é que a garota fosse de uma família e caça-vampiros.

A dinâmica entre as duas parece seguir o caminho oposto quando elas começam a sentir algo além uma pela outra. Suas famílias, no entanto, com certeza não vão concordar com a relação inusitada.

Confira o trailer legendado:

O casal principal é interpretado por Sarah Catherine Hook como Juliette Fairmont, Imani Lewis no papel de Calliope Burns. O resto do elenco inclui Elizabeth Mitchell, Aubin Wise, Gracie Dzienny, Dominic Goodman, Phillip Mullings Jr., Jason R. Moore, Will Swenson, Jonas Dylan Allen e Dylan McNamara.

Entre os responsáveis pela série está a atriz Emma Roberts, que leu o livro e se encantou pela história. “Eu sabia que não havia um papel para mim no programa, mas também sabia que adoraria desenvolvê-lo. Assim, V.E. Schwab escreveu o piloto, e desenvolvemos a série e a vendemos para a Netflix. A história é tão nova e divertida", disse em entrevista.

Roberts divide a função de produção-executiva com Felicia D. Henderson e Karah Preiss.

Protagonistas lésbicas

Um dos principais pontos que chamam atenção na série é o casal principal, duas meninas da comunidade LGBTQIA+. Sobre a isso, a autora do conto conta que a escolha foi pensada a partir de sua experiência pessoal e ressaltou a importância de questões envolvendo sexualidade em seus textos.

“De uma perspectiva LGBTQIA+, eu queria desesperadamente escrever algo queer. A vida sempre foi influenciada por nosso gênero e sexualidade, mas nem sempre definida por ela, e nunca reduzida a ela", disse V. E. Schwab para a Washington Magazine.

A primeira morte

2ª temporada

Com os ganchos deixados pelo último episódio da temporada, os assinantes estão se perguntando se a série será renovada para novos episódios. Porém, como de costume, a Netflix ainda deve avaliar os resultados da estreia em todo o mundo para confirmar o desenvolvimento de novos episódios.

A atriz Iman Vellani, que interpreta Calliope, contou que torce pela renovação para uma segunda temporada. “Estou animada para ver como elas crescem como pessoas, fora de seus destinos. Estamos vendo-as no Ensino Médio. Eu me pergunto como serão quando se formarem ou quando estiverem na faculdade, trabalhando e tendo que circular pelo mundo como se fossem pessoas comuns."

Os oito episódios de A Primeira Morte estão disponíveis no catálogo da Netflix.