13 curiosidades sobre He-Man que talvez você não saiba

Imagem de: 13 curiosidades sobre He-Man que talvez você não saiba
Imagem: Filmation

Lançada originalmente em 1983, a série He-Man e os Defensores do Universo (He-Man and the Masters of the Universe, no original) fez bastante sucesso em diversos lugares do mundo, incluindo o Brasil. Com uma trama simples, mas repleta de elementos interessantes, o herói titular tinha algumas missões curiosas e dinâmicas a cada novo episódio.

Embora tenha acumulado diversos fãs com o passar do tempo, há diversas curiosidades em torno da produção que muitas pessoas ainda não sabem. Dessa maneira, confira algumas das informações mais interessantes e impressionantes sobre a série animada oitentista logo abaixo.

Aproveite!

13. Baseado em um brinquedo

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas não sabem que He-Man, originalmente, surgiu de uma linha de brinquedos da Mattel. A ideia surgiu no final dos anos 1970, quando a empresa em questão tinha material disponível sobrando e decidiu investir em sua própria linha. A partir desse ponto, alguns esboços para brinquedos foram desenvolvidos, até que, finalmente, em 1983, o boneco ganhou sua forma.

12. Originalmente, tratava-se de um viking

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

A criação de He-Man foi feita a partir dos desenhos de Mark Taylor em colaboração com o escultor Tony Guerrero. Em seus primórdios, o personagem tinha uma expressão um tanto quanto assustadora e séria, mostrando que estava bravo o tempo inteiro. Além disso, seu capacete com chifres remetia aos guerreiros vikings. Dessa maneira, algumas modificações precisaram ser feitas, incluindo um corte de cabelo loiro mais amigável.

11. A série animada surgiu como recurso de vendas

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

Mark Ellis, diretor de marketing da Mattel no início dos anos 1980, estava confiante com a ideia desenvolvida por sua equipe. Ele acreditava no sucesso de vendas do boneco, mas sabia que alguma coisa estava faltando.

Por esse motivo, a empresa encomendou uma série em quadrinhos para mostrar qual era a história do personagem, mas a Toys 'R' Us, parceira na fabricação dos bonecos, estava receosa com o fato de existirem crianças que ainda não sabiam ler. A partir disso, pensaram em desenvolver uma série animada para ser veiculada na televisão e, assim, atrair mais público.

10. O desenho foi oferecido ao Hanna-Barbera

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

Com a ideia da série animada em mente, os executivos pensaram em quais estúdios famosos poderiam desenvolvê-lo. Um dos primeiros a ser considerado foi o Hanna-Barbera, de William Hanna e Joseph Barbera, famosos na época por Zé Colmeia, Os Flintstones, Os Jetsons e também Scooby-Doo. Contudo, a ideia foi rejeitada pelos animadores e novas empresas precisaram ser consideradas.

Nesse contexto, a Filmation demonstrou interesse. Estima-se que a 1ª temporada tenha conquistado uma média de nove milhões de espectadores.

9. Esqueleto é tio do He-Man

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

Embora essa questão seja considerada canônica, isto é, faz parte da história original, ela só foi sugerida por meio dos quadrinhos. Apenas com o lançamento de uma nova animação, em 2002, é que isso foi retomado. Na trama, Esqueleto era o irmão do Rei Randor, pai do herói, que seguia pelo caminho das trevas. Por conta de um ácido muito poderoso jogado em seu rosto é que seu crânio se tornou visível.

8. Fisiculturistas ajudaram os animadores

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

He-Man possui músculos impressionantes que se destacam em sua fisionomia em todos os momentos. Para garantir o realismo dos movimentos, os animadores recorreram a profissionais de fisiculturismo, que foram filmados realizando diversas acrobacias. A partir disso, a equipe criativa conseguiu entender como os movimentos poderiam acontecer e, dessa maneira, criaram batalhas muito interessantes.

7. He-Ro, o filho do He-Man

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Com o sucesso de He-Man, os realizadores logo pensaram em uma nova forma de conquistar o público. Portanto, o personagem He-Ro foi criado, ganhando uma série animada para chamar de sua em 1996. A premissa era muito parecida com a série original, mostrando as aventuras do herói em Eternia, lidando com vilões perigosos e utilizando os poderes de Grayskull para superar todas as adversidades.

6. Histórias em quadrinhos

(Mattel/Reprodução)(Mattel/Reprodução)Fonte:  Mattel 

A primeira série animada gerou bom retorno financeiro aos realizadores, que decidiram, a partir disso, retomar a ideia inicial de histórias em quadrinhos. Portanto, de 1986 até 1991, He-Man teve histórias distribuídas nesse formato, com tirinhas exclusivas publicadas em cerca de dez jornais. Essa também foi uma forma da Mattel manter a franquia em evidência, tendo em vista que a animação foi concluída após 130 episódios em 1985.

5. He-Man nunca machucava ninguém

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

Mesmo enfrentando inúmeros perigos e vilões implacáveis, He-Man nunca provocava dor sob nenhuma criatura em todos os episódios da animação original. Sua espada foi usada apenas como defesa e também para remover os obstáculos que estavam à sua frente. Além disso, mesmo possuindo uma grande força, um confronto direto nunca foi visto. A explicação é que o estúdio queria evitar a censura em todos os sentidos.

4. Exibição no Brasil

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

O sucesso de He-Man nos Estados Unidos também atingiu outros territórios, como o Brasil. Em nosso país, tanto a versão dos anos 1980 quanto a versão de 2022 foram exibidas em programas como Balão Mágico, Xou da Xuxa, TV Colosso, Angel Mix, TV Xuxa e TV Globinho, na Rede Globo.

As versões também fizeram parte da grade de programação da Record TV, Rede Família, Rede Brasil, Novo Canal, TV Unisinos, RBTV e dos canais fechados Cartoon Network, Boomerang, Tooncast e Gloob. A dublagem esteve a cargo do famoso estúdio Herbert Richers.

3. Mais de 2 bilhões

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

Segundo o designer e animador Roger Sweet, um dos responsáveis pelo desenvolvimento de He-Man, somando todos os produtos licenciados, incluindo roupas, brinquedos, quadrinhos e material escolar, a franquia conseguiu arrecadar mais de US$ 2 bilhões (atualmente cerca de R$ 10,14 bi). Isso, é claro, sem considerar todas as animações que foram realizadas e suas respectivas vendas a outros países para exibição internacional.

2. Preservando o legado

(Filmation/Reprodução)(Filmation/Reprodução)Fonte:  Filmation 

Desde 2010, a Power and the Honor Foundation, uma organização sem fins lucrativos, mantém o compromisso com os fãs de zelar pelo trabalho de todos os artistas que contribuíram criativamente para o desenvolvimento dos materiais que fizeram He-Man existir. É possível, inclusive, realizar doações para o grupo.

1.  Kevin Smith ficou responsável pelo remake da Netflix

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Para fechar a lista, é preciso falar do remake lançado pela Netflix em 2021. Mesmo sendo divisível para muitos fãs, a produção conseguiu chamar a atenção de todos aqueles que sempre gostaram dos personagens residentes de Eternia. Por trás da série estava o cineasta Kevin Smith, que já assumiu ter grande apreço pela animação original, algo que o motivou a encabeçar o projeto.

Gostou do conteúdo? Então continue ligado aqui no TecMundo para saber mais curiosidades do mundo das séries!