The Office: 10 vezes em que Michael Scott passou dos limites

Imagem de: The Office: 10 vezes em que Michael Scott passou dos limites
Imagem: NBC

Michael Scott se tornou uma das figuras mais emblemáticas da televisão norte-americana nas últimas décadas. O personagem fez (e ainda faz) com com que o público de The Office sinta uma grande quantidade de sentimentos relacionados a ele, como pena, felicidade, amor e ódio (para nomear alguns).

No entanto, um consenso entre todos os espectadores do show é que, às vezes, não tem como defender Michael Scott de determinados comportamentos. Por isso, trouxemos uma lista para que você relembre 10 vezes em que o famoso gerente da Dunder Mifflin passou dos limites.

Confira!

10. Seu relacionamento com Jan

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Com certeza Michael Scott seria um péssimo amigo para pedir conselhos amorosos, uma vez que todos os seus romances passaram por problemas relacionados à ciúmes, exposições e diversos maus comportamentos do personagem. Um grande exemplo, é quando ele estava apaixonado por Jan e ficava a importunando via telefone toda hora.

9. Quando Michael queimou o pé

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Um dos episódios mais icônicos de The Office é quando Michael queima seu pé no grill e liga para o escritório pedindo para buscarem ele. Certamente, ele ultrapassou alguns níveis de bom senso e profissionalismo, uma vez que precisou que Dwight fosse até sua casa para levá-lo ao trabalho.

8. Quando Michael fez comentários considerados gordofóbicos

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Michael Scott nunca sentiu vergonha em expor suas opiniões sobre diversos assuntos. E foi em um desses momentos que o personagem fez uma série de piadas em relação a pessoas obesas durante uma reunião dedicada ao combate à obesidade. Apesar do tom de humor característico de Michael, esse acontecimento mereceu um espaço nessa lista.

7. Suas interações com Toby Flenderson

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Todas as interações de Michael com os funcionários da Dunder Mifflin possuem seus problemas. No entanto, com Toby Flenderson a coisa fica um pouco mais séria, uma vez que o gerente traz à tona momentos íntimos da vida do personagem para o resto dos seus colegas de trabalho. Certamente, Michael faz isso por se sentir ameaçado por Flenderson, visto que ele é o representante do RH da empresa.

6. Quando Michael precisou decidir o plano de saúde da empresa

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Na primeira temporada de The Office, Michael ficou encarregado em ter que decidir qual será o plano de saúde de todo o escritório. No entanto, ele resolve terceirizar essa tarefa para Dwight por medo de afirmar aos seus colegas que irá precisar escolher algo mais barato. O resultado disso? Um grande caos é instalado na Dunder Mifflin.

5. Todas as vezes em que ele fingia demitir seus funcionários

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Em diversos momentos no decorrer das 7 temporadas em que o personagem esteve presente, Michael fingiu demitir seus funcionários. Ele os chamava em sua sala, dava a notícia e logo depois começava uma crise de risos. Apesar dos acontecimentos possuírem um certo nível de graça para o público, também era triste assistir Pam chorando, por exemplo, por achar que tinha sido demitida.

4. Quando Michael forçou Oscar a lhe dar um beijo

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Mostrando que não existem limites a serem quebrados, na terceira temporada de The Office, Michael decidiu avaliar como o escritório estava se sentindo com o fato de Oscar ser gay. No entanto, as coisas saíram completamente do controle e o amado personagem forçou um beijo entre os dois.

3. Na vez em que ele decidiu ser o centro das atenções no casamento de Phyllis

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Normalmente, o casamento fornece boas lembranças para os noivos. Entretanto, certamente que Phyllis presenciou algumas situações em sua cerimônia que ela não deseja lembrar, como quando Michel decidiu roubar a atenção para si ao fazer um discurso longo e péssimo para a noiva.

Certamente, foi uma das cenas do personagem que mais geraram vergonha alheia em toda a série.

2. Quando Michael fundou sua própria empresa

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Em um determinado momento da série, os executivos da Dunder Mifflin resolveram contratar um funcionário para supervisionar as atividades desenvolvidas no escritório. Como sabemos que Michael não suporta se sentir inferiorizado, ele resolveu pedir demissão do trabalho e abrir sua própria empresa: Michael Scott Paper Company.

O caso gerou uma série de repercussões nos episódios seguintes e no final ele acabou retornando para o local de onde não deveria ter saído.

1. Quando Michael bateu em seu sobrinho na frente de todos

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Apesar de Michael Scott ter acumulado muitos momentos em que passou dos limites, nada se compara a quando ele decidiu contratar seu sobrinho para um novo cargo que surgiu no escritório e bateu nele na frente de todos os outros funcionários ao ser desrespeitado pelo mesmo. Com certeza, essa não seria uma cena adequada para se ver no ambiente de trabalho.

Gostou da matéria? Fique ligado(a) no Tecmundo e não perca nenhuma notícia sobre filmes e séries!

Imagem: Teste Grátis o Amazon Prime
Imagem: Tecmundo Recomenda

Teste Grátis o Amazon Prime

Filmes, séries, música, ebooks, jogos, frete grátis, ofertas exclusivas e muito mais. Assine e tenha todos esses benefícios grátis por 30 dias! Após o período de teste pague apenas R$ 9,90/mensal.

Fontes