Marvel: Kevin Feige diz como seleciona lançamentos de filmes e séries

Imagem de: Marvel: Kevin Feige diz como seleciona lançamentos de filmes e séries
Imagem: Marvel/Reprodução

O presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, comentou sobre o processo criativo que leva a escolher quais produções do MCU serão lançadas como filmes ou séries no Disney+. Em conversa com o Rotten Tomatoes, o executivo revelou que ainda se trata de uma nova linha de discussões dentro do estúdio e que tem como base definir o melhor formato para contar determinadas histórias dos super-heróis.

“Ainda estamos em conversas iniciais para escolher quais personagens e histórias podem se tornar um filme ou uma série no streaming. O que você vê agora na Fase 4 ainda é o desenvolvimento de um trabalho que começou a 5 ou 6 anos — ou, no caso de Shang-Chi, 10 ou 15 anos atrás. [Da mesma forma], trabalhamos por muitos anos para lançar [o longa solo] da Viúva Negra. [Sobre esses dois últimos], sempre queríamos que fossem definidos como filmes”, revelou.

Confira a entrevista completa (em inglês), na qual ele também fala sobre o futuro do MCU em sua fase 4:

“Quando Bob Iger [presidente da Disney] nos contou sobre o Disney+ e sobre seu desejo de que produzíssemos programas para a plataforma, isso nos deu um novo caminho. Isso nos permitiu fazer algo que até então não havíamos considerado: mergulhar fundo nos personagens que merecem um desenvolvimento maior, mas que ainda não tiveram a chance”, comentou.

Nesse contexto, Feige deu como exemplo a criação de WandaVision e Falcão e o Soldado Invernal. “Vocês sabem que levamos 4 ou 5 filmes para contar uma pequena parte da história de Wanda Maximoff e Visão — a mesma coisa com Sam Wilson e Bucky Barnes. Foi como um agradecimento para esses personagens — e particularmente para aqueles atores — que o público se apaixonou, mas que tiveram nos filmes um tempo de tela relativamente curto”.

“Sabíamos que eles estavam sendo subutilizados e [para mudar isso] queríamos [achar uma forma de] mostrar o quão incríveis eles são. Conseguimos fazer isso de um novo jeito, em um novo meio, de uma forma que não poderia ser feita em um longa metragem”, completou.

Até o momento, somente personagens já apresentados e consagrados no MCU ganharam uma série própria, por conta de suas popularidades. Contudo, a fala do chefão da Marvel Studios deixou uma esperança de que a estratégia possa ser aprimorada para o estúdio entregar aos fãs histórias de super-heróis inéditos. Nesse cenário, já foram anunciadas as produções de She-Hulk, Ms. Marvel e Cavaleiro da Lua, com a expectativa de mais títulos em breve.

Marvel: Kevin Feige diz como seleciona lançamentos de filmes e séries