The Big Bang Theory: criador da série não queria Jim Parsons como Sheldon

Imagem de: The Big Bang Theory: criador da série não queria Jim Parsons como Sheldon
Imagem: CBS/Reprodução

Em uma participação recente no podcast At Home with the Creative Coalition, Bill Prady, cocriador de The Big Bang Theory, revelou ao público que, inicialmente, seu parceiro titular, Chuck Lorre, não queria que o ator Jim Parsons integrasse o elenco da série como Sheldon Cooper.

Segundo ele, Lorre acreditou que Parsons era perfeito demais para o papel quando foi visto na audição e, por esse motivo, não acreditava que seu desempenho fosse se sustentar ao longo dos episódios de forma consistente. Entretanto, Jim Parsons foi chamado para um novo teste e efetivado no papel.

"Assistimos cerca de cem pessoas. Quando Jim Parsons entrou, ele era o Sheldon em um nível muito bom”, comentou sobre a experiência da seletiva.

“Ele criou o personagem naquele teste, mas quando [Jim Parsons] saiu da sala, me virei e disse que aquele era o cara. Chuck Lorre falou que ele iria quebrar meu coração e nunca mais teria aquele desempenho outra vez”, acrescentou, relatando que geralmente seu parceiro sempre esteve certo em suas opiniões, com exceção desta.

(Reprodução/CBS)(Reprodução/CBS)Fonte:  CBS 

Jim Parsons quase não interpretou Sheldon Cooper em The Big Bang Theory

Antes mesmo que os criadores de The Big Bang Theory convocassem audições para testar possíveis atores que interpretassem Sheldon, o papel foi oferecido a Johnny Galecki, que viveu Leonard Hofstadter na série.

No entanto, com a recusa do ator — por acreditar que Leonard fosse um personagem mais adequado —, Jim Parsons teve a chance de mostrar todo o seu talento.

E a escolha foi mais do que acertada. O personagem rouba a cena em todos os episódios também por conta da atuação de Jim Parsons.

Vale destacar que, mesmo com o fim da série, após 12 temporadas, Young Sheldon, uma spin-off envolta no personagem, foi criada e é exibida atualmente pela CBS.