As 10 melhores minisséries da década para assistir o quanto antes

Imagem de: As 10 melhores minisséries da década para assistir o quanto antes
Imagem: (Fonte: HBO/Reprodução)

As produções para a TV nunca estiveram tão em alta quanto na última década, e canais de TV e streamings têm investido cada vez mais em séries e minisséries de altíssima qualidade. A qualidade empregada, inclusive, tem se refletido no aumento do número de atores  com grande carreira em Hollywood que têm retornado ou até mesmo feito estreias em seriados.

Os últimos 10 anos trouxeram para o público algumas das melhores minisséries da história, com ótimas tramas e produções que nada devem aos melhores filmes do cinema.

Confira a lista com as dez melhores minisséries dos últimos 10 anos, de acordo com as avaliações feitas por críticos no Tomatometer do Rotten Tomatoes.

10. The Jinx: The Life and Deaths of Robert Durst (95%)

(Fonte: HBO/Reprodução)(Fonte: HBO/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

O documentário produzido pela HBO conta a história de Robert Durst, acusado de matar a esposa e um casal de vizinhos. O curioso é que a produção ajudou a polícia a solucionar o caso, com Durst confessando os crimes sem saber que estava sendo filmado. Ele foi preso horas antes de o capítulo final ser exibido na TV.

9. Mrs. America (95%)

(Fonte: FX/Reprodução)(Fonte: FX/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

A minissérie é baseada em uma história real e mostra pontos de vistas diferentes de um momento importante dos Estados Unidos. Enquanto um grupo de mulheres busca a aprovação da Emenda dos Direitos Iguais, a conservadora Phyllis Schlafly (Cate Blanchett) luta contra o movimento feminista.

8. Unorthodox (Nada Ortodoxa) (95%)

(Fonte: Netflix/Reprodução)(Fonte: Netflix/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

Mais uma minissérie baseada em uma história real. A trama segue Deborah Feldman (Shira Haas), uma jovem judia que foge de casa e de um casamento arranjado em busca de liberdade e para se dedicar à paixão pela música. A série é falada em sua maioria em iídiche, língua adotada pelos judeus na Europa.

7. When They See Us (Olhos Que Condenam) (96%)

(Fonte: Netflix/Reprodução)(Fonte: Netflix/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

A série mostra o racismo do sistema judicial dos Estados Unidos na condenação de um grupo de cinco adolescentes negros acusados e presos injustamente pelo estupro de uma mulher branca. É uma produção pesada e crua ao mostrar o que acontece na vida dos jovens, baseada em uma história real conhecida como Os Cinco do Central Park.

6. Fargo (96%)

(Fonte: FX/Reprodução)(Fonte: FX/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

Fargo é derivada do filme homônimo de 1996. Apesar de atualmente ter quatro temporadas, o programa é uma antologia com histórias independentes em cada parte. Assim como o longa original, a série é bastante premiada, mostrando a qualidade de sua produção.

5. Chernobyl (96%)

(Fonte: HBO/Reprodução)(Fonte: HBO/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

Chernobyl venceu o Emmy de Melhor Minissérie em 2019. O programa tem cinco episódios que mostram uma "história nunca contada" da tragédia da usina nuclear de Chernobyl em 1986.

4. American Crime Story: The People v. O.J. Simpson (97%)

(Fonte: FX/Reprodução)(Fonte: FX/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

Mais uma série antológica que atualmente tem duas temporadas. The People v. O.J Simpson é a história de estreia e segue o caso real do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson, acusado de matar a esposa e um amigo. O caso se tornou extremamente popular, sendo conhecido como o "julgamento do século" por ter sido acompanhando fortemente pela mídia mundial.

3. Wolf Hall (98%)

(Fonte: BBC/Reprodução)(Fonte: BBC/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

As produções britânicas de época são conhecidas por terem um ritmo lento e muitas vezes se aproximarem bastante dos dramas das novelas. Wolf Hall é assim, porém consegue se destacar com uma história mais densa ao acompanhar a história fictícia da ascensão de Thomas Cromwell (Mark Rylance) na corte britânica.

2. Unbelievable (Inacreditável) (98%)

(Fonte: Netflix/Reprodução)(Fonte: Netflix/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

Mais uma história real. A minissérie mostra duas detetives que acompanham o caso da jovem Marie Adler (Kaitlyn Dever), que relata ter sido estuprada. Conforme a investigação segue, mais inacreditável parece a história contada por Marie.

1. The Queen's Gambit (O Gambito da Rainha) (99%)

(Fonte: Netflix/Reprodução)(Fonte: Netflix/Reprodução)Fonte:  Screen Rant 

O Gambito da Rainha se tornou recentemente a minissérie mais vista de todos os tempos na Netflix. Conta a jornada da jovem Beth Harmon (Anya Taylor-Joy), que fica órfã ainda criança e acaba se tornando uma grande lenda no xadrez, sendo a melhor jogadora do mundo.

As 10 melhores minisséries da década para assistir o quanto antes