Mesmo quem é fã de Minecraft vai admitir que ele tem elementos que podem irritar muita gente. E não estamos falando das falhas, bugs e glitches, mas de várias escolhas de design da Mojang que tornam a aventura mais divertida ou desafiadora para alguns – e que desanimam quem está afim de uma jogatina casual.

Assim, vamos imaginar que você, um cético quanto ao mundo de Minecraft, resolveu dar uma chance a Minecraft: Story Mode, gostou e agora quer tentar jogar o game original. Como fazer para não evitar essa enorme série de frustrações?

Pensando nisso, criamos uma pequena lista contendo algumas dicas de que erros não cometer – algo que todos os aspirantes a construtores ou exploradores do mundo de Minecraft devem seguir à risca.

1 - Não cave para baixo

Essa é certamente a primeira e mais importante lição que qualquer um pode aprender no mundo de Minecraft. Basicamente, você nunca deve cavar diretamente abaixo de seu personagem, já que não há como saber o que há (ou se há) algo depois disso.

Assim, se não quiser descobrir tarde demais que o que havia debaixo do bloco que você quebrou era uma ravina com centenas de metros de altura, uma alcova com meia dúzia de Creepers ou uma piscina de lava – ou tudo isso junto –, simplesmente não faça isso.

2 - Não cave para cima

Praticamente tão importante quanto o primeiro item, essa regra tem praticamente o mesmo motivo. Afinal, quem disse que o bloco acima deste que você vai quebrar não esconde um Creeper, uma torrente sufocante de água, areia, cascalho ou uma cascata de lava pronta para derreter tudo o que você conseguiu?

3 - Nunca se esqueça de marcar seu refúgio

Depois de muito trabalho e muita dedicação, você finalmente alcançou seu objetivo: um tão almejado refúgio. Ele podia não ser uma verdadeira fortaleza nem uma construção gigantesca, mas era sua casa naquele mundo, onde tudo o que há de mais importante era cuidadosamente guardado... E agora são apenas lembranças, porque você não lembra mais onde seu esconderijo ficava.

Um jeito simples, mas extremamente eficiente de se localizar, é criar um enorme pilar de pedra - que pode ainda servir de posto de observação.

É uma história triste, mas bastante comum com jogadores novos. Afinal, em um mundo que não dá qualquer dica do que fazer, como você poderia imaginar que poderia se perder tão fácil em um local quase infinito de campos, planícies e montanhas extremamente parecidos, depois de vagar por apenas alguns quilômetros de túneis subterrâneos? Melhor usar algum tipo de sinalização para evitar isso.

Agora, que tipo de marcação fazer? Isso depende do próprio jogador. Desde que você consiga ver o aviso beeeeem de longe, o resto não é problema.

4 - Não deixe sua casa mal iluminada

Acredite: pouca coisa é mais assustadora ou frustrante do que dar de cara com um zumbi, esqueleto, aranha ou outro monstro em sua construção (no meu caso, um Creeper dentro de meu farol recém-erguido) feita cuidadosamente para protegê-lo.

A aparição de inimigos acontece por um motivo simples: se a iluminação de algum ponto do cenário estiver abaixo dos níveis “adequados” para o game, há chances de que um monstro apareça por ali, eventualmente. Mesmo que seja um único ponto ali, é mais do que suficiente para todo o tipo de problema acontecer.

Acredite: NINGUÉM quer uma visitinha dessas na sua própria casa.

Vale notar que isso se aplica não apenas para sua casa ou outra construção, mas qualquer estrutura do próprio Minecraft. Logo, andar por cavernas sem iluminá-las é um pedido para ser atacado o tempo todo de todos os lados. Pensando bem, por esse lado... O melhor é não deixar lugar algum desprotegido mesmo.

5 - Não corra por aí sem olhar para o chão

Minecraft possui um sistema de geração de cenários por randomização procedural. Isso quer dizer que, embora haja toda uma fórmula matemática para criar o mapa de maneira coesa, também é possível encontrar alguns pontos completamente inesperados no mapa – digamos, por exemplo, um buraco que leva a uma queda mortal, perfeitamente escondido em meio a um campo florido.

Em resumo, como isso pode acontecer em praticamente qualquer local, só saia correndo se tiver certeza de que não vai ter nenhuma surpresa no meio do caminho com a qual você não possa lidar.

6 - Não atire flechas para cima

Conseguiu montar seu primeiro arco e se armar de algumas flechas? Parabéns! Apenas, seja por qual motivo que for, nunca atire uma flecha diretamente para cima de seu personagem. Se você não conseguir imaginar o porquê de isso não ser uma boa ideia... Bem, então vai lá, se arrisque para descobrir. Depois só não diga que não avisamos.

7 - Não saia de casa sem madeira

De todos os materiais presentes no game, a madeira é provavelmente a mais importante. É com ela que você pode criar mais tochas para iluminar o caminho, uma escada vertical para escalar depois de cair em um buraco, construir portas para seu abrigo (ou mesmo fazer um abrigo inteiro disso)... Até ferramentas como picaretas, pás e machados ou armas como espadas e arcos precisam dela, independente se forem de pedra, ferro, ouro ou diamente.

Se você precisa de madeira para construir tudo no game? Obviamente não. Mas, sem ela, você provavelmente não vai conseguir construir nenhum item necessário para coletar os materiais. Ou seja: se seu personagem for sair de casa sem madeira, que seja para coletar mais madeira.

8 - Não brinque com TNT

Quando você chega ao ponto em que escavar se tornou uma tarefa fácil, chata e tediosa, usar TNT para acelerar o processo pode parecer uma ótima ideia. Embora essa seja sim uma maneira eficiente de fazê-lo, digamos que todo o seu plano pode “ir pelos ares” (tu-dum-tum-ts) se o material for usado por quem não entende como essas explosões funcionam.

Basicamente, blocos de TNT, quando ativados, levam alguns segundos para detonar – e qualquer outro bloco de TNT próximo só vai iniciar sua própria contagem com o impacto da explosão da dinamite. Agora, junte um amontoado de TNT, ative só um dos explosivos e o resultado deve ser mais ou menos como no GIF abaixo.

Imagina se sua casa ficasse naquela montanha...

Percebeu que, no lugar de uma explosão gigantesca, você acabou criando algo que mais parece uma chuva de fogos de artifício? Então imagine o resultado da brincadeira se isso acontecesse na superfície, perto de algumas construções suas.

9 - Não tente pegar diamantes sem uma “rede de segurança”

Ainda falando sobre escavação, uma pequena curiosidade: você sabia que blocos de diamante bruto praticamente só podem ser encontrados nas profundezas do mundo de Minecraft, no mesmo ponto onde lagos de lava são incrivelmente frequentes? E você sabia que qualquer item que entrar em contato com a lava vai se perder para sempre? Pois é.

Não é preciso ser nenhum gênio para imaginar que essa era uma péssima ideia.

A dica aqui é simples. Se encontrar um veio de diamante bruto, o melhor é usar uma picareta para circundar todo o veio e se certificar de que tudo está seguro, antes de começar a escavação devidamente.

10 - Não brinque perto da lava

Quem leu o item acima (ou tem um mínimo de bom senso) provavelmente já deve ter entendido que a lava é bem perigosa. Mas vale frisar mais uma vez: fique LONGE da lava. Um toque dela, nas maiores dificuldades do game vai causar danos suficientes para matar seu personagem em instantes, independente da armadura. E isso no caso de você encostar “de leve” no líquido, por um breve momento.

Parkour sobre poças de lava? Péssima ideia.

Mas e se você cair com gosto no meio de uma piscina de lava? Nesse caso, torça apenas para que isso não aconteça quando estiver equipado com seus melhores itens, porque a morte é praticamente certa e tudo o que seu personagem está carregando vai virar cinzas.

11 - Não olhe para um Enderman

Por mais que o Enderman não seja a criatura mais difícil de enfrentar do game, ele pode ser incrivelmente perigoso para um novato em Minecraft por sua capacidade de teletransporte e alto poder de dano. Mas há uma maneira fácil de evitar problemas com ele: simplesmente não “olhando” (o que quer dizer “não colocando a mira sobre o corpo do monstro) para a criatura.

Os Endermen são até legais, se você não os encarar. Outra dica é umas uma abóbora de capacete - eles não vão se incomodar de serem observados assim.

O problema, é claro, é que 90% dos jogadores novatos, completamente despreparados ao verem essa criatura relativamente rara e um tanto assustadora vão olhar para ela, com a surpresa. A partir daí, já é tarde para evitar a briga. Então, se não se sentir preparado para um combate, não olhe diretamente para um Enderman, de jeito nenhum.

12 - Não chegue perto de um Creeper

Quem conhece a anatomia de um Creeper sabe bem do que essas dinamites com pernas são capazes, tanto pela parte do dano altíssimo quanto pelo estrago que podem fazer aos arredores. Felizmente, esses monstros não explodem quando bem entendem, e sim apenas quando o jogador se aproxima demais deles por alguns segundos, o que quer dizer que um punhado de flechadas bem dadas costuma resolver o perigo.

O que a maioria dos gamers costuma fazer quando vê um bicho desses por perto? Saca sua espada e parte para uma investida enlouquecida para cima dele, obviamente. Não é incomum ver, como resultado, uma carcaça de um personagem caída, no chão, e um cenário totalmente destruído com essa brincadeira.

13 - Não faça equipamentos de ouro

RPGistas de plantão certamente vão seguir aquela progressão dos equipamentos: começa com uma espada de madeira ou pedra e uma armadura de couro, depois segue para um conjunto de metal, então para um de ouro e, por fim, de diamante. Se essa é sua lógica, saiba que está redondamente enganado em Minecraft.

Pode dar pouca defesa, mas ao menos tem estilo.

O fato é que, neste game, o ouro é tão útil como arma ou proteção quanto na vida real, onde uma espada de ouro não só causaria poucos ferimentos a alguém atingido por ela como também acabaria estragando depois do primeiro ou segundo golpe. No Minecraft a situação não é muito diferente, já que equipamentos de ouro têm menos eficiência e resistência do que suas contrapartes de pedra, muito mais fáceis de usar.

Isso não quer dizer que o ouro seja inútil no game; muito pelo contrário, o material é importantíssimo por permitir a criação de vários itens e mecanismos úteis. Como armadura? Nem pensar.

14 - Não entre no Nether sem um isqueiro

Tomou coragem para dar um passeio pelo Nether, juntou os blocos de obsidiana e criou um portal com um isqueiro? Seja como for, não tire esse item de seu inventário se resolver ir para a dimensão infernal de Minecraft. E digo isso por experiência própria.

Assim como você utilizou fogo para acender o portal, qualquer outra fonte de fogo – como as enormes bolas explosivas cuspidas pelos Ghasts – podem desativar o portal. Se você, por exemplo, não tiver uma maneira de criar fogo, restará rebater uma bola de fogo das criaturas no portal para religá-lo (e é bom torcer para conseguir voltar à Terra antes que o problema se repita).

Se seu personagem morrer no Nether, não basta apenas religar o portal na Terra, entrar no Nether e voltar para onde estava? Não é tão fácil assim.

O fato é que, por culpa das mecânicas de mundo do Minecraft, dois portais fechados nunca mais se interligam caso seu personagem morra. Como há uma boa dose de aleatoriedade no ponto onde você aparece no Nether, pode ser que o jogador nunca mais reencontre o ponto onde estava.

15 - Não use uma cama no Nether

Vamos dizer que, após longos minutos de exploração no Nether, você resolveu criar um “posto avançado” ou mesmo uma base de operações para, no caso de morrer, ter um ponto próximo onde reaparecer. Realmente parece uma ótima ideia, até o momento em que o jogador coloca uma cama ali e vai tentar dormir para marcar o ponto de renascimento, mandando o personagem, sua nova base e tudo o que estiver por perto pelos ares, em uma explosão que deixaria qualquer bloco de TNT com inveja...

Infelizmente, isso é uma das mecânicas mais babacas cruéis implementadas pela Mojang. Em resumo, você jamais pode utilizar uma cama no Nether, já que ela apenas vai explodir.

Está vendo toda essa destruição? Isso é o que sobra de seu refúgio no Nether depois de ativar uma cama.

Vale notar, aliás, que essa regra vale para qualquer dimensão que não o mundo principal do game. Ou seja: criar uma cama no The End (e em muitos outros mundos paralelos de outros mods) também é uma das piores ideias possíveis.

16 - Não se distraia quando estiver no Nether

O Nether é um lugar bastante impressionante, mas o que ele tem de incrível também tem de perigoso. Afinal, monstros podem aparecer em todo o lugar, piscinas de lava podem matá-lo ao menor tropeço e os malditos Ghasts surgem constantemente com ataques devastadores.

Para explicar melhor, vai aqui uma pequena história pessoal: estava eu a explorar uma gigantesca fortaleza do Nether, satisfeito por chegar a uma nova área da estrutura pela primeira vez. Era um local cheio de pontes entrelaçadas e estava a analisá-las; de tão concentrado que estava na tarefa, no entanto, acabei apenas me esquecendo de checar possíveis ameaças próximas... E não vi o Ghast que estava ali do lado.

As Fortalezas do Nether são bastante impressionantes — e incrivelmente mortais.

Resumindo, a última cena que vi, antes de ser jogado para fora da ponte e dar um mergulho na lava vários metros abaixo, foi uma bola de fogo do monstrão a centímetros de meu personagem. Foi assim que perdi meu primeiro conjunto de equipamentos de diamante, meu mapa e mais uma infinidade de utensílios. Se não quiser uma história de derrota como essas em seu curriculum no Minecraft, é melhor tomar cuidado.

17 - Não use seus melhores itens à toa

O caso anterior pode ter sido triste, mas ele também me ensinou uma valiosa lição. O fato é que, enquanto itens mais poderosos são muito mais eficientes, eles são ridiculamente difíceis de conseguir – e existem maneiras demais de morrer em Minecraft em que sua bela armadura de diamantes não vai servir para nada.

Assim, a não ser que você esteja realmente partindo para uma pancadaria pesada contra o Ender Dragon ou o Wither, precise daquela sua picareta de diamante para minerar obsidiana ou tenha muitos diamantes para jogar fora, ficar com seu set de equipamentos de pedra ou ferro certamente já vão dar para o gasto.

18 - Não misture água com redstone

Sabe aquele seu impressionante projeto de redstone que levou semanas para ser feito? Pois bem, saiba que uma única gota d’água é mais do que suficiente para destrui-lo por completo. Isso não vale apenas para a redstone, como também trilhos, tochas e outros objetos.

19 - Fique atento aos coelhos

Se você pensa que os coelhos são bichinhos tranquilos ou ótimas fontes de materiais, é melhor pensar de novo. Sim, eles são bastante úteis, desde que você não acabe dando de cara com o temível Killer Bunny, o Coelho de Caerbannog.

Encontrar um Coelho de Caerbannog a essa distância, no modo Survival, certamente será seu fim.

Basicamente, trata-se da criatura mais poderosa e perigosa de todo o game de Minecraft, capaz de matar qualquer personagem, por mais bem-armado que esteja, em um punhado de golpes. Sim, ele é um coelho branco quase idêntico a qualquer outro – a única diferença é que, enquanto os outros possuem olhos verticais, este tem olhos vermelhos, horizontais.

E por que ele é tão perigoso assim? Bem, basta conferir a cena do filme “O Cálice Sagrado”, de onde a Mojang se inspirou ao criar o coelho assassino, para ter uma ideia:

Ficou com medo depois dessa? Não se preocupe, pois você certamente não é o único. Então, se encontrar um grupo de coelhos durante um passeio, tenha a certeza de que nenhum deles é esse bichinho assassino.

20- NÃO. CAVE. PARA. BAIXO.

É sério. Mesmo tendo os equipamentos mais absurdos do game e todos os buffs possíveis, isso dificilmente é uma boa ideia.

.....

Gostou da lista? Saiba que isso é só uma minúscula parte das dicas que existem para você evitar derrotas grandes demais na aventura. Você pode, é claro, encontrar muitas outras na Minecraft Wiki, por exemplo, para evitar a derrota sofrida por muita gente.

Cupons de desconto TecMundo: