Durante o Fórum Econômico Mundial realizado na última terça-feira (19) em Davos, na Suíça, Satya Nadella, diretor-executivo da Microsoft, anunciou que a empresa vai doar US$ 1 bilhão em serviços na nuvem para pesquisadores universitários e 70 mil organizações sem fins lucrativos. 

De acordo com o anúncio, o montante será entregue ao longo de três anos (ou seja, tal valor será investido até 2019) e começará a ser entregue a partir do segundo trimestre deste ano. Ele prevê facilitar o acesso aos recursos que permitem a um negócio se tornar mais ágil e, dessa forma, eliminar os desafios técnicos ao oferecer serviços como o Azure e recursos que incluem o CRM online, um serviço de gerenciamento que promete ajudar ONGs a aceitarem doações financeiras. 

Com essa iniciativa, a Microsoft também tem planos de expandir o programa Microsoft Azure for Research, bem como ampliar a sua iniciativa de conectividade e levar acesso à internet a 20 comunidades e 15 países que estão em lugares mais remotos do globo. 

“Nosso pensamento para esse anúncio é simples: armazenamento na nuvem surgiu como algo vital para solucionar os problemas do mundo. O armazenamento na nuvem pode desbloquear segredos de forma a criar novas possibilidades não apenas para a ciência e a tecnologia, mas também para superar os vários desafios econômicos e sociais e para entregar serviços melhores”, escreveu Brad Smith, executivo da Microsoft, em uma mensagem publicada no blog oficial da companhia.

O que você achou da nova iniciativa da Microsoft envolvendo computação na nuvem? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: