Mesmo com a proximidade do lançamento do Windows 10 Mobile, a Microsoft já pode estar desenvolvendo um “Plano B” para sua estratégia mobile. Segundo previsões feitas pelo site Business Insider, a Gigante dos Softwares pode estar prestes a revelar um fork próprio do Android como uma maneira de chamar mais atenção dos consumidores.

Um fork se trata de uma versão do sistema da Google que abandou a integração com os serviços e recursos da empresa. O exemplo mais conhecido disso é o Cyanogen, que conta com recursos parecidos ao oferecidos na versão-padrão, mas não conta com os disponíveis no pacote Google Apps.

Entre os motivos que podem levar a Microsoft a seguir esse caminho estão os resultados fracos de suas plataformas mobile. Apesar de ter fãs fiéis, atualmente a empresa possui uma base instalada de 75 milhões de usuários do Windows Phone e do Windows 10 Mobile — para efeito de comparações, a Apple vendeu 75 milhões de iPhones somente no primeiro trimestre fiscal de 2015.

Os indícios de uma mudança existem

Segundo o Business Insider, o CEO da empresa, Satya Nadella, já tomou diversas decisões que podem levar ao desenvolvimento de um fork. Além de ter estabelecido uma parceria estratégia com a Cyanogen, a companhia adquiriu quatro startups especializadas no mundo mobile que trabalham em serviços de email, calendários e telas de bloqueio.

Também vale lembrar o registro de uma patente que permitia fazer o boot de dois sistemas operacionais a partir do mesmo smartphone e o lançamento próximo de um novo app de bloqueio de tela para o Android. Vale notar que a companhia já tentou seguir esse caminho com o Nokia X, aparelho que foi elogiado por seu hardware, mas bastante criticado pelo software.

A aposta em um fork pode ser justificada pelo fato de que pouquíssimos desenvolvedores se interessam pelas plataformas mobile da Microsoft devido à sua baixa participação de mercado. Caso a nova estratégia da companhia de apostar na integração entre as diversas versões do Windows 10 dê errado, esse pode ser um caminho natural a seguir para conseguir sobreviver de forma saudável nesse meio sem ter que se tornar um mero produtor de conteúdo para terceiros.

Você acha que a Microsoft deve apostar no Android? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: