A Microsoft anunciou ontem (9) que fará uma reestruturação no seu quadro de funcionários, uma medida que vai impactar na demissão de 7,8 mil colaboradores – o que representa um corte de 6% do pessoal da empresa. A divisão mais afetada será a de mobile, o que deve resultar diretamente na adoção de novas estratégias por parte da empresa.

De acordo com informações publicadas nesta quinta-feira pela Bloomberg, que ouviu pessoas ligadas às decisões estratégicas da empresa, a ideia é que a companhia não lance mais do que seis smartphones por ano a partir de 2016. Basicamente, a Microsoft deve atuar em três segmentos: tops de linha, smartphones voltados para negócios e modelos com boa relação custo-benefício.

Em cada uma das categorias, no máximo dois aparelhos chegarão ao mercado ao longo do ano. O portfolio mais enxuto é uma das formas que a companhia encontrou para concentrar melhor os seus esforços junto aos aparelhos que chegarão às lojas já com o Windows 10.

Apenas a título de curiosidade, só nos primeiros seis meses de 2015 a Microsoft lançou seis aparelhos: Lumia 435, Lumia 532, Lumia 640, Lumia 640 XL, Lumia 430 e Lumia 540 Dual. Há a expectativa ainda que, antes do final ano, a empresa apresente o seu mais novo top de linha, que supostamente será o Lumia 940, porém ainda não há nenhuma confirmação sobre isso.

Cupons de desconto TecMundo: