Aparentemente disposta a provar que o Project Spartan não vai repetir os mesmos erros do Internet Explorer, a Microsoft está oferecendo recompensas em dinheiro para quem conseguir encontrar falhas no software. Hackers interessados na proposta podem obter até US$ 15 mil em recompensas se conseguirem executar códigos remotos através do navegador.

O preço que a empresa está disposta a pagar pela revelação de falhas demonstra o quanto o produto — associado ao Windows 10 — é importante em seus planos futuros. Após o mau desempenho do Windows 8, a companhia tem de provar novamente que é capaz de ser relevante no universo dos sistemas operacionais (e, principalmente, conseguir convencer usuários a deixar o Windows 7 de lado).

O programa de recompensas — que também se estende ao sistema Azure — vale entre o dia 22 deste mês e 22 de junho deste ano, oferecendo pagamentos diferentes dependendo do erro encontrado e da capacidade do hacker de prová-lo na prática. Os aspectos que a Microsoft mais valoriza estão relacionados ao seu modo de navegação segura (Sandbox Escape) e à execução de códigos remotos através do novo navegador.

Cupons de desconto TecMundo: