Pelo Twitter, a Microsoft revelou que tem planos de fazer o sucessor do Internet Explorer, cujo nome do projeto é Spartan, ser compatível com extensões. Presente em grande parte dos navegadores modernos, as extensões permitem que desenvolvedores criem recursos adicionais para os browsers.

Por exemplo, um módulo popular para o Chrome é o Awesome Screenshot, que permite capturar a tela do navegador, fazer anotações, borrar informações sensíveis e compartilhar a imagem. O Internet Explorer 11 até tem um sistema de complementos, mas, com uma tecnologia defasada, o recurso é muito limitado.

O Spartan será um dos recursos do Windows 10, mas o Internet Explorer também aparecerá em algumas versões do sistema operacional por motivos de compatibilidade. O novo browser usará um motor web chamado Edge, que é similar ao Trident empregado hoje.

O novo navegador permitirá fazer anotações nas páginas web, terá integração com a assistente pessoal Cortana e um modo de leitura que diagrama os sites em uma forma mais confortável para os olhos. Não se sabe se o Spartan será lançado também para os Windows 7 e 8. Provavelmente não, assim a Microsoft teria mais um motivo para que os usuários desses sistemas operacionais mais antigos migrem para a nova plataforma. O upgrade será gratuito no primeiro ano de lançamento do Windows 10.

Cupons de desconto TecMundo: