Após dois anos realizando críticas à Google e aos seus produtos, a campanha Scroogled finalmente parece ter chegado ao seu fim. Indícios de que isso ocorreria surgiram ainda em 2014, quando a companhia começou a diminuir o tom e a intensidade de suas críticas após sua mais recente reestruturação corporativa.

Quem acessa o site oficial do Scroogled nesta quarta-feira (14) é redirecionado à nova página “Why Microsoft”, que adota um tom mais amigável na tentativa de atrair clientes corporativos. “Combinamos décadas de inovações para entregar alto desempenho, baixos custos e maior competitividade a seu negócio”, diz um dos textos presentes no site.

A aparente morte da campanha publicitária da Microsoft não veio acompanhada de nenhum pronunciamento oficial, sinal de que ela prefere agir como se a iniciativa nunca tivesse ocorrido. Entre os fatores que podem ter levado ao fim da iniciativa está a promoção de Satya Nadella para o cargo de CEO da companhia — o executivo é conhecido por preferir usar dados e pesquisas como base para a promoção de produtos, deixando de lado embates diretos com a concorrência.

Considerada intelectualmente desonesta por um executivo da Google, a campanha Scroogled supostamente exigiu um investimento milionário. Além de diversos vídeos promovidos através de redes sociais, a empresa chegou a vender canecas, bonés e outros tipos de vestimentas temáticos à sua empreitada anti-Google.

Cupons de desconto TecMundo: