Ontem, Satya Nadella (o CEO da Microsoft) se uniu a centenas de funcionários da Microsoft e mais de oito mil mulheres engenheiras de software e hardware para a realização de uma conferência anual chamada Grace Hopper Conference — uma celebração ao empoderamento da mulher na tecnologia. No evento, o CEO participou de uma palestra e de uma sessão de perguntas e respostas, na qual respondeu a uma série de dúvidas dos presentes.

Maria Klawe — uma diretora da Microsoft e presidente da Universidade Harvey Mudd — perguntou para Nadella quais seriam os conselhos que ele tinha para as mulheres que não se sentem confortáveis em pedir aumentos salariais. Sem muita desenvoltura na ocasião, Nadella disse que as mulheres “deveriam acreditar no sistema e o bom carma traria recompensas no futuro”.

Como você deve imaginar, isso causou uma série de discussões no cenário internacional. Ciente da confusão, o próprio CEO encaminhou uma carta a todos os funcionários da Microsoft, pedindo desculpas pelas palavras e dizendo que “homens e mulheres devem ter condições salariais iguais para trabalhos iguais”. Ele também disse que mulheres que se julgam merecedoras de aumentos devem pedi-los, não sendo necessário esperar a “recompensa cármica”.

Cupons de desconto TecMundo: