Embora já fosse esperado que a Microsoft fosse deixar de usar a marca Nokia em seus aparelhos, documentos obtidos pelo site GeeksOnGadgets indicam que a empresa deve ir além e deixar de usar o nome Windows Phone em seu material promocional. A estratégia da empresa é diminuir as referências ao nome específico do sistema operacional, que vão ser substituídas simplesmente pelo uso do nome Windows.

“Como parte de nossa fase de transição, vamos retirar o nome da fabricante [Nokia] de nossa referência a produtos durante a campanha de Festas de Fim de Ano”, afirma um dos slides obtidos. Mesmo que o abandono da marca Windows Phone possa ser encarado como uma surpresa, ele não é exatamente surpreendente — o HTC One M8 adaptado à plataforma a trata somente como Windows, por exemplo.

Outra evidência de que a ação já está sendo desenvolvida há tempos é o fato de o assistente de voz Cortana não fazer qualquer menção direta ao sistema como ele é conhecido atualmente — fora uma pequena URL que aparece em alguns momentos. O mesmo acontece nos materiais promocionais do Lumia 530, Lumia 730 e do Lumia 830, cujos vídeos oficiais não fazem qualquer menção ao Windows Phone.

Unificando experiências

Ao que tudo indica, a mudança quer se aproveitar da conversão entre o Windows RT e o Windows Phone, que deve fazer sua estreia em algum momento de 2015 — o que torna bastante compreensível usar somente o nome Windows para evitar confundir consumidores. Isso também complementaria a visão da empresa de oferecer a mesma experiência de sistema operacional em todos os meios em que atua, incluindo PCs e o console Xbox One.

Vale notar que isso não significa que a empresa está abandonando o sistema operacional Windows Phone, simplesmente está deixando de usar seu nome em material promocional. Contatada pelo site The Verge, a Microsoft ainda não se pronunciou oficialmente em relação ao assunto.

Cupons de desconto TecMundo: