Uma inteligência artificial realmente "inteligente" e capaz de fazer conexões que só o cérebro humano era capaz de fazer até agora. É isso que promete a Microsoft com o Project Adam, um experimento da companhia que será utilizado em produtos da gigante em um futuro não muito distante.

O projeto foi apresentado no Microsoft Research 2014 Faculty Summit com dois vídeos. O primeiro deles, que você confere acima, é um resumo do funcionamento do sistema. A ideia é emular as redes neurais do cérebro e o sistema conectado de neurônios (as sinapses), fazendo com que a inteligência artificial ganhe mais conhecimento e seja capaz de unir dados e relacioná-los.

Usando uma base de dados massiva de fotos e outros conteúdos, o Project Adam é capaz de identificar o que você está comendo após você tirar uma foto do alimento, além de dizer quantas calorias a tal porção contém. Essa não é uma novidade na indústria (lembra-se do Fire Phone?), mas a Microsoft promete até 2 bilhões de conexões, o dobro da precisão e 30% menos máquinas que antes.

Isso também funcionará com o diagnóstico de manchas na pele, saber se uma planta encontrada na natureza é comestível ou na hora de identificar um animal. Aliás, analisar a raça de cães é o conteúdo do segundo vídeo, uma demonstração que une a inteligência artificial do Project Adam com a assistente pessoal Cortana.

Ainda em fase de testes e desenvolvimento, o Project Adam ainda não tem uma data específica para ser incorporado em produtos Microsoft.

Cupons de desconto TecMundo: