O Xbox One ainda não tem nem um ano de vida e fixa-se aos poucos na indústria, mas o gerente sênior de designer industrial da Microsoft, Carl Ledbetter, já está preocupado com o sucessor do console. Em entrevista ao site Official Xbox Magazine, ele discutiu o visual do atual aparelho e o que pode ser feito (e o que já está em desenvolvimento) no futuro.

"Há tantas coisas que estamos observando que vai ser incrível onde estaremos daqui a dez anos", relata. Mas o trabalho não é nada fácil e tem mesmo que começar cedo: Ledbetter conta que mais de cem modelos de teste foram feitos para a base do hardware que tornou-se o Xbox One final, junto com 200 modelos de controles e 75 possibilidades de coberturas da ventilação.

Em busca de ideias

"Mesmo agora que o Xbox One saiu não estamos sentados e pensando 'Bom, acabamos isso'. Já estamos pensando: qual o futuro dos games? Onde podemos ir em seguida? Qual vai ser a estética? Qual a postura dos dispositivos no futuro? Como os periféricos serão e como eles se comportarão?", conta o designer. Ele diz ainda que equipe já estaria acumulando "pilhas de coisas incríveis" que ainda são hipóteses sobre os próximos anos, mas servem como base de testes e pesquisas.

Uma das ideias mais trabalhadas já em 2014 é a incorporação de dispositivos móveis nos games, já que a Nokia agora é parte da Microsoft. Ainda assim, o caminho ainda é muito longo e mudanças radicais podem acontecer, descartando ou adicionando todos os tipos de ideias. Há quem acredite, por exemplo, que a próxima geração será em 2019. Já outros, como o desenvolvedor David Jaffe, pensam que uma revolução será feita e a atual linha de aparelhos será a última. 

Você pode conferir a matéria completa (em inglês) neste link.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: