Para quem não conhece, Jason Holtman foi o sujeito que passou os últimos oito anos transformando o canal digital da Valve no que ele é hoje. Bem, a partir deste mês, Holtman passa a constar na folha de pagamentos da Microsoft, como parte do que parece ser um interesse renovado pelo nicho de jogos para PC.

“Sim, eu me juntei à Microsoft e vou me focar em transformar o Windows em uma grande plataforma de jogos e entretenimento interativo”, disse o ex-diretor de negócios do Steam, em entrevista ao site GamesIndustry. “Eu acredito que existam muitas oportunidades para que a Microsoft forneça os jogos e o divertimento que os consumidores querem e para trabalhar com os desenvolvedores, a fim de fazer com que isso aconteça (...).”

(Fonte da imagem: Reprodução/Steam)

Hotman deixou a Valve em fevereiro passado sob condições um tanto misteriosas. Juntamente com ele, outros 25 empregados abandonaram também o barco do Steam.

Interesse renovado por games?

Naturalmente, a contratação de Jason Holtman não pode significar outra coisa que não um renovado interesse da Microsoft pelos jogos eletrônicos para PC. O nicho estava às moscas há algum tempo, conforme todo o foco da companhia repousada na promoção do Xbox — o que levou a reclamações de que mesmo o Games for Windows LIVE não passava de um espaço para capitalizar um pouco mais em torno dos jogos desenvolvidos para o console.

Mas a loja de games embutida no Windows 8 pode realmente significar algo. Juntamente com uma nova geração de jogos para o Xbox desenvolvidos desde a sua matriz com o hardware dos PCs em mente, tudo leva a crer que a distância entre a Microsoft e os jogadores de computador deve se estreitar novamente.

Cupons de desconto TecMundo: