(Fonte da imagem: Reprodução/Torrent Freak)

Não é incomum que empresas recorram à Google na tentativa de bloquear o acesso a sites que infrinjam marcas registradas ou prejudiquem suas imagens públicas. No entanto, de vez em quando alguns casos inusitados vêm à tona, como a tentativa da Microsoft em bloquear o acesso ao site Microsoft.com — nada menos que a página oficial da companhia.

O pedido de retirada de conteúdos foi feito pela empresa LeakID à pedido da organização comandada por Steve Ballmer. Segundo o site TechDirt, essa organização é responsável por fazer todos os pedidos de bloqueio originadas na companhia de tecnologia, o que mostra a gravidade da confusão.

Entre as páginas acusadas de infringir direitos autorais estão a loja oficial da Microsoft, seu site de suporte, o portal oficial do Office e a página inicial do domínio Microsoft.com. A situação bastante bizarra só não resultou em problemas graves porque a Google detectou a contradição no pedido da empresa e decidiu manter os links no ar.

Cupons de desconto TecMundo: