Conforme já era esperado há algum tempo, a Microsoft anunciou no dia 12 de abril o lançamento do Visual Studio 2010 e do Microsoft .NET Framework 4, ambos em suas versões finais. Este anúncio iniciou uma série de eventos por todo o mundo com parceiros de negócios para celebrar a ocasião.

Um dos maiores benefícios relatados pelo time da Microsoft para ambos os programas é o fato de que estas versões proporcionam maior flexibilidade, possibilidade de reutilização e controle de bugs, auxiliando na redução do tempo utilizado com codificação e depuração.

O novo editor do Visual Studio agora utiliza o Windows Presentantion Foundation (WPF), que faz com que agora ele possa ser usado com múltiplos monitores. Outra novidade é compatibilidade total com o Windows 7,  permitindo utilizar recursos como o Windows 7 “Multitouch” além de oferecer suporte para a interface “ribbon” (presente em outros produtos da Microsoft).

Logo do Microsoft Visual Studio 2010O Visual Studio 2010 promete suporte para o desenvolvimento de aplicações para o Windows Phone 7. A nova versão também possibilita a integração com o SharePoint e o Windows Azure.

Além disso, o programa conta com suporte para a arquitetura de desenvolvimento Model-View-Controller (MVC) do ASP.NET, de forma que os desenvolvedores podem alterar separadamente as funções referentes à lógica da aplicação e ao modelo web.

O programa também está com uma função chamada de “IntelliTrace”, que permite efetuar a execução do histórico de uma aplicação, proporcionando a reprodução de bugs que eventualmente tenham ocorrido durante o desenvolvimento.

Logo do Microsoft  .NET Framework 4Quanto ao .NET Framework 4, a versão oferece suporte para padrões da indústria, inclusão da Dynamic Language Runtime (DLR) para mais opções de serviços de linguagem dinâmica, suporte para aplicações orientadas a serviço, programação paralela, compatibilidade com programas que utilizavam a versão 3.5, entre outras. Além disso, esta versão está notavelmente mais rápida do que a anterior.

Cupons de desconto TecMundo: