Na primeira semana do ano, mais precisamente no dia 4 de janeiro, a polícia de Palo Alto, na Califórnia, registrou uma ocorrência de roubo ocorrida em uma das principais sedes da Microsoft, localizada na própria cidade na qual a reclamação foi feita.

Não houve vítimas ou danos às instalações, e a curiosidade sobre o fato surge mesmo quando você percebe o produto que eles subtraíram do local. Não, não foram licenças de programas da companhia ou algumas máquinas e monitores. O que os ladrões levaram mesmo foram cinco iPads, tablets produzidos pela grande concorrente da companhia, a Apple.

Notícia escaneada: 5 iPads roubados dos escritórios da Microsoft (Fonte da imagem: Reprodução/iClarified)

Segundo a polícia, a gigante de Redmond registrou o sumiço de dois modelos do iPad 2, dois iPads 3 e um iPad 4. Somados, os aparelhos valeriam cerca de 3 mil dólares (aproximadamente 6.105 reais no câmbio atual).

De acordo com informações publicadas pelo jornal "Huffington Post" e reproduzidas pelo site iClarified, a invasão teria ocorrido entre os dias 19 e 26 de dezembro, durante o recesso de fim de ano nos escritórios da Microsoft. Não há informações de como o roubo aconteceu, pois os oficiais da polícia afirmaram que não há sinais de arrombamento.

Nada de "anormal"

Apesar de a notícia ser curiosa, o fato de haverem iPads na sede da concorrente não é algo tão estranho assim, afinal de contas, as companhias precisam ficar de olho nos produtos dos adversários. Além disso, testes de compatibilidade e desempenho de aplicativos  também precisam ser realizados.

O jornal norte-americano, contudo, não perdeu a oportunidade de fechar a matéria de maneira bastante espirituosa, dizendo: nenhum produto da Microsoft foi declarado como roubado (“No Microsoft products were reported stolen”).

Cupons de desconto TecMundo: