AmpliarCalma, esse não é o smartphone da Microsoft! (Fonte da imagem: Reprodução/Jonas Daehnert)

Depois de passar um bom tempo assistindo a corrida pelo mercado de dispositivos móveis à distância, a Microsoft parece querer entrar de vez no segmento. E tudo indica que a companhia quer ir além do desenvolvimento de sistemas operacionais, dando mais um passo na produção de hardwares próprios.

Se o Surface já pegou muita gente de surpresa e é uma das grandes promessas em relação a tablets para o fim deste ano, o que dizer de um smartphone fabricado pela companhia? Pois é isso que uma fonte ligada à empresa alega ao site BGR.

De acordo com esse informante, a companhia pretende extrapolar a parceria existente com fabricantes como Nokia e Samsung e investir em algo próprio, de maneira semelhante ao que foi feito com seu tablet. Segundo ele, a Microsoft já está trabalhando nesse projeto que deve bater de frente com os dois principais produtos do mercado: o iPhone 5 e o Galaxy S3.

Para quando?

E não se trata de algo para um futuro distante, já que esse contato afirmou que o processo de desenvolvimento já está em um processo bem avançado, o que significa que seu lançamento deve acontecer ainda nos próximos meses. Será que teremos alguma grande surpresa em breve?

Além disso, o site China Times afirma que o misterioso smartphone chegará ao mercado como membro da linha Surface, assim como alguns rumores mais antigos já sugeriam. Porém, a página asiática data seu lançamento para o primeiro semestre de 2013.

Qual dos dois boatos está certo? Talvez nenhum, já que uma segunda fonte do BGR alega que a Microsoft não vai entrar na disputa por smartphones enquanto os primeiros aparelhos com Windows Phone 8 não forem lançados, o que acontece no final deste ano. Ainda que o motivo para isso não tenha sido revelado, não é difícil imaginar que a empresa prefira esperar a recepção do público ao sistema operacional e ao seu próprio tablet antes de dar um novo passo tão grande quanto um novo aparelho.

De uma forma ou de outra, já estamos ansiosos.

Fonte: BGR, China Times

Cupons de desconto TecMundo: