O recorde ainda pertence à Microsoft (Fonte da imagem: Reprodução/Yahoo!)

Depois de muito alvoroço e até comemoração dos fãs da Apple, foi constatado que os US$ 616,34 bilhões de valor de mercado alcançados pela Microsoft em dezembro de 1999 valem muito mais que a marca nominal atingida pela Maçã recentemente. Na última segunda-feira (20), a fabricante dos iPhones tinha batido os US$ 622,1 bilhões, o que aparentemente teria apagado o recorde histórico da gigante de Redmond.

Contudo, quando os analistas resolveram calcular os valores corrigindo a inflação acumulada na moeda norte-americana nos últimos 12 anos, ficou claro que a marca da Microsoft não esteve sequer ameaçada. Com os novos números, a empresa teria chegado aos US$ 850 bilhões de valor de mercado no final do milênio.

Ainda assim, se a companhia liderada por Tim Cook mantiver as taxas de crescimento que vem registrando nos últimos meses, não será surpresa para ninguém se a Apple realmente bater o recorde de empresa mais valiosa de todos os tempos.

Os cálculos foram feitos por Howard Silverblatt, analista da S. & P, e divulgados pelo The New York Times já na noite de ontem.

Fonte: The New York Times

Cupons de desconto TecMundo: