Ontem (23 de outubro), a Microsoft anunciou que assinou um acordo de licenciamento de patentes com a Compal Electronics, uma empresa sediada em Taiwan que é considerada uma das maiores produtoras de smartphones, tablets, e-readers e outros gadgets e que opera no modo Original Design Manufacturer (ODM) – quando a organização apenas monta os equipamentos, os quais recebem a marca de outras corporações.

(Fonte da imagem: Microsoft on the Issues)

O mais interessante nessa história é que, com essa negociação realizada, a Microsoft acabou se tornando a detentora de direitos e percentuais de lucro de mais da metade dos aparelhos produzidos com Android em ODM. De acordo com o site Microsoft on the Issues, a renda anual da Compal chega a US$ 28 bilhões – da qual uma parte seguirá para os cofres de empresa fundada por Bill Gates.

"Estamos satisfeitos por termos fechado este acordo com a Compal, uma das líderes na indústria de Original Design Manufacturer, ou ODM. Juntamente com os contratos de licença assinados nos meses passados, com Wistron e Quanta Computer, o acordo de hoje significa que mais da metade da indústria ODM do mundo para Android e Chrome está sob licença de portfólio de patentes da Microsoft", afirmou Horacio Gutierrez – vice-presidente e conselheiro geral do Grupo de Propriedade Intelectual da Microsoft.

Cupons de desconto TecMundo: