Na última quarta-feira, 13 de julho, foi preso no Rio de Janeiro o suspeito de ser um dos maiores hackers do Brasil. O homem, de 31 anos, foi capturado em flagrante enquanto tentava vender licenças falsas de softwares para o Fluminense Football Club.

O suspeito, que vinha sendo investigado há quatro meses pelos policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), se passava por representante comercial da Microsoft e se apresentou à polícia como sendo “o maior hacker do Brasil”. Ele também pode ter participado do roubo de até R$ 6 milhões do Banco do Brasil.

A Microsoft já tinha conhecimento das atividades do suspeito e já havia, inclusive, feito denúncias formais contra ele. Levado para a sede da DRCPIM, o criminoso foi autuado por falsidade ideológica, estelionato, crime contra relações de consumo, crime contra a ordem tributária, crimes contra lei de propriedade intelectual e fraude no comércio. Se condenado, ele pode pegar até 20 anos de prisão.

Cupons de desconto TecMundo: