A crise não está fácil e até grandes empresas como a Microsoft estão sentindo impactos. De acordo com seu relatório fiscal mais recente, a empresa teve receita total de US$ 20,5 bilhões no último trimestre (encerrado no dia 31 de março de 2016), o que indica uma queda de 6% se comparado ao mesmo período do ano passado.

Obviamente, uma queda dessas significa que também houve uma queda nos lucros. De acordo com a papelada disponível no site oficial da Microsoft, o lucro operacional caiu 20% (totalizando US$ 5,3 bilhões) e o lucro líquido apresentou queda de 25%, resultando em um montante de apenas US$ 3,8 bilhões.

E quais seriam os problemas que teriam levado a Microsoft a números tão ruins? Bom, de acordo com o próprio relatório, um dos principais culpados seria o setor de dispositivos, que teve queda de 9% na receita, sendo fortemente impactado pelo fracasso da linha de smarpthones Lumia.

Neste período, a Microsoft vendeu somente 2,3 milhões de dispositivos Lumia, resultando em uma queda de 46% na receita. Para se ter uma ideia, a fabricante vendeu 8 milhões de celulares no mesmo período em 2015. Curiosamente, nem mesmo a família Surface, que teve crescimento de 56% conseguiu salvar a Microsoft dessa queda.

O setor de computadores pessoais também é um desafio para a empresa, já que é um mercado estagnado e que não tem boas perspectivas. Em outros departamentos, a Microsoft apresentou bons números, com crescimento em computação em nuvem, jogos, buscas e servidores. De acordo com a companhia, outro desafio neste ano foi a alta do dólar.

Será que a Microsoft vai manter a linha Lumia mesmo com queda nos lucros? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: