Depois de renegar o Internet Explorer por anos, e após uma tentativa malsucedida de reverter sua imagem negativa, a Microsoft finalmente abandonou o famigerado navegador de internet, colocando o Edge em seu lugar. Mas o quão bem ele se sai diante dos seus principais concorrentes?

O pessoal do ReWritable resolveu investigar a versão mobile do Edge, colocando-o frente a frente com o Chrome e o Firefox. Para os testes, foram usados dois aparelhos semelhantes: um Lumia 640 equipado com Windows 10 Mobile Technical Preview (build 10586.11) e um Moto G embarcado com o Android 5.1.

Batalha árdua

Ambos os dispositivos contam com processador Snapdragon 400, GPU Adreno 305 e uma tela com resolução 1280x720. Cada teste foi executado três vezes, e os resultados finais mostram as médias entre eles.

O primeiro teste foi realizado através do Google Octane, a ferramenta própria da empresa para avaliar navegadores. O resultado apontou o Edge como o mais rápido dos três. Note que a diferença entre os navegadores é relativamente grande.

Octane

  • Edge (Windows 10): 2522
  • Firefox 42 (Android 5.1): 2384
  • Chrome 46 (Android 5.1): 2284

Quando o teste foi realizado pelo Jet Stream, o resultado foi completamente diferente. Inclusive, a diferença entre os navegadores foi muito menor.

Jet Stream

  • Firefox 42 (Android 5.1): 15.545
  • Chrome 46 (Android 5.1): 15.115
  • Edge (Windows 10): 14.919

Como lembra o próprio ReWritable, os resultados não são totalmente precisos, já que muitos fatores podem interferir na medição, como os diferentes componentes dos aparelhos. Entretanto, eles mostram que a Microsoft fez um bom trabalho e que o Edge consegue trabalhar à altura de seus maiores concorrentes.

Você já testou o Microsoft Edge para celulares? O que achou da experiência? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: