Durante muito tempo, o Internet Explorer reinou supremo como o navegador mais utilizado na rede mundial de computadores. No entanto, isso não acontecia necessariamente pela qualidade do produto, mas sim devido a táticas da Microsoft que “empurravam” o programa para os usuários do Windows.

Embora o Microsoft Edge não use táticas tão agressivas e prove ter deixado para trás vários problemas do passado, o software continua a sofrer com as ações de seu “irmão mais velho”. Uma pesquisa realizada pela Net Applications mostra que o produto, junto ao IE, atualmente detém 36,7% do mercado, uma queda de 1,9% em relação a maio deste ano.

Essa é a 18ª vez consecutiva que os navegadores da empresa perdem usuários, que atualmente estão na casa das 33 milhões de pessoas ao redor do mundo. O Chrome é o navegador que mais se beneficiou dessa queda, chegando a 48,7% de participação de mercado em junho deste ano.

Outra empresa que continua a perder espaço nesse mercado é a Mozilla, cujo navegador Firefox atinge somente 8,9% dos consumidores. Já o Safari se mantém em uma situação estável, enquanto o Opera continua atingindo somente um público de nicho, embora tenha ganhado um pouco de espaço no último mês.

Cupons de desconto TecMundo: