Componentes poderiam mudar de função! (Fonte da imagem: Nature Nanotechnology)

Especialistas desenvolveram um novo material em nanoescala que supostamente permite a um computador modificar os seus componentes de acordo com a necessidade do usuário. A ideia é que todo microcircuito composto por essa substância seria capaz de se transformar de um resistor para um diodo ou um transmissor, por exemplo.

Isso seria reproduzido pela inserção de uma corrente de átomos negativamente carregados em volta do material. Quando ele estivesse com uma carga elétrica, seria reconfigurado em qualquer um dos componentes que o computador precisasse para realizar a tarefa designada pelo usuário naquele momento.

De acordo com um dos pesquisadores, Bartosz A. Grzybowski, a tecnologia criada permite direcionar a corrente por meio da peça, possibilitando redirecionar a eletricidade. Ainda segundo ele, o fluxo de elétrons pode ser dividido e direcionado em múltiplas direções em um bloco do material.

O novo dispositivo consiste de partículas capazes de conduzir eletricidade com cinco nanômetros de largura, encapadas com um produto químico com carga positiva. Esses elementos estariam “imersos” por uma corrente de átomos com carga negativa (como citado acima) que seriam reconfigurados para aplicar a eletricidade no circuito conforme fosse necessário.

Eles funcionariam em conjunto com alguns circuitos baseados em polímero e silicone (os modelos “tradicionais”). Aparentemente, o objetivo dessa pesquisa é reduzir o número de componentes necessários para se desenvolver dispositivos como smartphones, notebooks, computadores de mesa, tablets etc.

Cupons de desconto TecMundo: