Depois de uma primeira geração bem simples — e com poucos recursos observáveis à primeira vista —, a Xiaomi está prometendo grandes novidades para a nova versão da pulseira fitness Mi Band. De acordo com uma fotografia postada pelo CEO da companhia (Lei Jun), a Mi Band 2 vai contar com um visual bem mais parecido com o da Microsoft Band 2, tendo display LCD e botões físicos no próprio aparelho.

Com isso, o dispositivo não será apenas um módulo utilizado para medir passos e poderá ser configurado não apenas pelo aplicativo para smartphones. Com os botões e o display, espera-se que a Mi Band 2 se torne mais autônoma do que a versão anterior — podendo haver uma série de comandos realizados diretamente pela interface do próprio dispositivo.

O CEO da Xiaomi e a Mi Band 2

Isso não deve significar uma grande mudança do design geral da Mi Band. Como visto na imagem que está acima deste parágrafo, a pulseira de borracha parece ser igual à vista no modelo já presente no mercado. Ou seja: continuaremos observando um wearable bem compacto e leve, ideal para atividades físicas e com um bom apelo visual.

Vale lembrar que a Mi Band original custava apenas US$ 15 no mercado internacional e R$ 95 no Brasil. Com a chegada de uma interface mais completa, é bem provável que os valores sejam aumentados para a Mi Band 2. Ainda não se sabe quando o novo modelo será apresentado oficialmente para os consumidores.

Você vai comprar a nova Mi Band 2? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: