Embora no Brasil seja algo que ainda está sendo implementado, em Nova York as estações de metrô já possuem internet WiFi de ótima qualidade. A partir disso, eis que o diretor Chris Shimojima teve uma grande ideia: ele reuniu 11 músicos em diferentes estações e o maestro Ljova utilizando para isso apenas a internet sem fio das estações.

Cada um dos músicos recebeu uma partitura e um iPhone, enquanto o próprio condutor da orquestra ficou no Bryant Park junto com quase 12 Macbooks abertos para receber os streamings dos instrumentos diferentes

Fazendo a transmissão ao vivo, o maestro fez com que cada indivíduo tocasse um trecho da canção e coordenou a execução com maestria para a plateia que estava no parque. Em vez de reunir os músicos em um só lugar, ele apenas se dirigia para a tela do computador em que o percussionista/cantor estava.

O mais divertido é ver a cara de surpresa da plateia ao ver um único homem controlando tantos computadores. Será que é possível fazer uma adaptação dessas nos metrôs do Brasil?