Trabalhar com tecnologia vai muito além do que estamos acostumados a imaginar. Não são somente as empresas que trabalham com esse segmento do mercado que precisam dela e por isso é importante saber que excelentes vagas podem estar onde menos imaginamos. Por exemplo: grandes instituições bancárias precisam de especialistas em construção de sistemas digitais e segurança avançada e isso exige profissionais qualificados.

Mas não são apenas os bancos que precisam de trabalhadores. Praticamente qualquer empresa trabalha com informações e isso também cria um mercado em ascensão. Quer saber quais outras habilidades podem fazer sua carreira decolar? Então confira agora mesmo a seleção que trouxemos com os principais segmentos da tecnologia para quem quer ter bons salários.

1. Programação ainda em alta

Assim como aconteceu no ano anterior, em 2014 grande parte das empresas de tecnologia  disseram que estão em busca de bons programadores e desenvolvedores de aplicações. De acordo com pesquisas realizadas nos Estados Unidos, 48% das empresas ligadas a este mercado planejam abrir novas vagas em 2015, sendo que nem todas elas serão preenchidas tão rapidamente.

Diversas empresas enfrentam dificuldades para encontrar colaboradores com as habilidades desejadas para certos projetos. Segundo o VentureBeat, uma das linguagens que mais vem sendo procurada atualmente é a R (uma linguagem voltada para objetos). Há cargos desse tipo que ultrapassam a faixa dos R$ 350 mil anuais, sendo que pessoas com mais experiência em gerenciamento podem ir ainda além.

2 Gerenciamento de banco de dados

O termo RDBMS significa “Relational Database Management System” (Sistema de Gerenciamento de Bancos de Dados Relacionados). O trabalhador é mais conhecido em todo o mundo pela redução ao “Database”, que exige amplos conhecimentos em sistemas de bancos de dados — como Oracle, Microsoft SQL Server ou IBM DB2. Há mais de mil vagas desse tipo nos EUA e a média salarial é de US$ 365 mil ao ano.

Administrar bancos de dados não é uma tarefa fácil, mas rentável. Mais de 25% das companhias de tecnologia dos Estados Unidos estão em busca de gerentes para database. Mais do que isso, no ano passado um estudo da Robert Half Technology apontavam para um número bem impressionante: 52% dos executivos de TI dizem que conhecimentos no assunto são vitais para os melhores empregos.

3. Gerenciamento de projetos

Um bom gerente de projetos precisa ter conhecimentos amplos no mercado de negócios e de tecnologia. Essa exigência acaba excluindo muitos concorrentes das melhores vagas, pois é difícil encontrar quem tenha experiência neste quesito. Alguns executivos afirmam que compreendem o aumento da demanda por causa de necessidades cada vez mais específicas.

Há empresas que precisam de gerentes de projetos com metodologias Agile e outras com Waterfall. É quase impossível encontrar quem domine perfeitamente os dois conceitos e ainda consiga aplicar isso ao mundo Tech. Não é à toa que bons trabalhadores nessa área conseguem ganhar mais de R$ 300 mil por ano — sem contar os grandes ganhos em consultoria.

4. Suporte técnico de novas ferramentas

Colaboradores para suporte técnico já foram mais requisitados, mas ainda fazem parte de um grande volume de vagas de emprego em todo o mundo. Mas é preciso ter em mente que isso não significa apenas trabalhar com assistência para resolver problemas genéricos de máquinas e periféricos. O mercado de suporte vai muito além do que estamos acostumados a imaginar. Em resumo: é preciso renovação.

Como já dissemos, o mercado de tecnologia está cada vez mais fragmentado — em questão de linguagens, métodos e mesmo hardware. Com isso, torna-se mais necessária a especialização em determinados campos, uma vez que grandes empresas trabalham cada vez com mais tipos de equipamentos. Por essa razão, ter capacidades de suporte para novas ferramentas pode ser um grande diferencial no mercado.

5. Governança de segurança

Com sistemas baseados em computadores e grandes volumes de dados circulando a todo instante, não há como imaginar uma empresa que não invista em segurança digital. A quantidade de dinheiro que pode ser perdida em vazamentos e invasões faz valer a injeção de dinheiro e grandes empresas têm sido prova disso. Como o Computer World lembra, a HMS dos EUA triplicaram a equipe de segurança digital nos últimos cinco anos.

Mais do que apenas localizar bugs e neutralizar ameaças, há também uma exigência cada vez maior por pessoas que saibam lidar com as situações de crise. A mesma HMS afirma que sempre está em busca de especialistas que sejam capazes de gerenciar as situações de incidentes, pois esse é um grande diferencial atualmente. Ou seja, bons trabalhadores na área de segurança não ficarão desempregados.

6. Desenvolvimento para a Web

Muitos desenvolvedores conseguiram crescer no mercado offline, mas em relação ao desenvolvimento web, os números ainda são menos impressionantes. Existe uma grande demanda por pessoas com habilidades em diversos tipos de aplicação e isso reflete no aumento das ofertas salariais. Como mostra o VentureBeat, isso também anda junto com a Computação em Nuvens.

Muitas das empresas que vendem tecnologia nos Estados Unidos estão investindo pesado em plataformas PaaS (Plataforma como um Serviço, em português). Trata-se de um sistema de computação em nuvens, que leva os desenvolvedores a programarem diretamente na nuvem, sendo que ele fica disponível no mesmo local. Há empregos nessa área nos EUA que pagam mais de R$ 400 mil ao ano.

7. Mobile: crescimento constante

Como você já sabe, os portáteis fazem cada dia mais parte da vida dos consumidores e aos poucos eles vão tomando o lugar dos computadores em nível de importância.          Logo, as empresas de tecnologia também estão se adaptando a essa novas demandas e já buscam desenvolvedores e especialistas em segurança que consigam criar bons sistemas voltados aos dispositivos Mobile.

A criação de ferramentas que permitam o controle de sistemas por meio de smartphones e tablets é um grande desafio e quem souber fazer isso com qualidade, certamente será recompensado. Algumas das linguagens em que isso será evidenciado em breve são ABAP (Advanced Business Application Programming) e Cassandra (database de alto volume voltado às nuvens).

8. Big Data

Este termo se refere à grande quantidade de informações e a demanda por velocidade no atendimento às requisições. As empresas precisam entregar dados e precisam fazer isso na hora que os consumidores exigem. Vagas de emprego relacionadas à “Big Data” aumentam todos os anos e o motivo para isso é bem claro: cada dia existem mais pessoas conectadas à internet e as conexões mais velozes fazem com que a demanda por dados cresça ainda mais.

Mas não basta saber como isso acontece para prosperar no mercado, pois é preciso saber como fazer tudo funcionar corretamente. Por isso, o domínio de sistemas como Sqoop vem sendo cada vez mais exigido pelos empregadores. A já mencionada programação em R também diz respeito a amplos volumes de transmissão, assim como o gerenciamento de databases.

Por causa do crescimento do Big Data, o profissional “analista de dados” voltou a ser valorizado sob o nome de “cientista de dados” — sendo exigido um bom conhecimento para transformar “números e informações em dados relevantes”. Outro cargo bem valorizado nesse segmento é o dos “Arquitetos de Informação” — responsáveis pelo design dos sistemas de TI para o armazenamento e acesso dinâmico ao que for requisitado.

9. Computação em nuvens

Apesar de a computação em nuvens estar presente em quase tudo o que falamos anteriormente, é importante falar sobre ela em separado. Atualmente, muitas informações passam a ser colocadas em servidores externos para facilitar o acesso de consumidores e clientes, ao mesmo tempo em que isso pode tornar sistemas mais seguros — dependendo da contratação de cada serviço, é claro.

Hoje, alguns dos grandes serviços e gerenciadores de Cloud Computing podem ser acessados por qualquer pessoa por serem opensource — como o CloudStack, OpenStack e a aclamada Hadoop. Mas também há algumas plataformas fechadas, como a NoSQL e a Cloudera (uma versão mais comercial do Hadoop). Além de fazer o controle dos dados entre nuvem e cliente, esses serviços também podem ser usados para uma série de soluções de segurança digital. Vale a pena investir!

.....

Como você pode perceber, existem muitos conhecimentos que podem ser alimentados para que uma carreira de sucesso seja construída. É claro que você não precisa saber tudo o que foi mencionado aqui para conseguir um emprego, mas vale a pena ir atrás de novas ferramentas nas áreas em que você deseja trabalhar. Isso certamente fará diferença na hora de enviar o seu currículo.

Você já sabe em que área pretende trabalhar? A tecnologia pode ser uma aliada na hora de fazer com que seu trabalho se transforme em uma carreira? Esperamos que as dicas que trouxemos hoje possam ajudar você nessa guinada.

Cupons de desconto TecMundo: