Um estudo publicado nesta sexta-feira (6) pela IDC Brasil mostra que 2014 não foi um ano positivo para o mercado brasileiro de PCs. Segundo a pesquisa, o último ano registrou vendas de 10,3 milhões de computadores, queda de 26% em relação ao número de unidades registradas em 2013.

Do total, 4 milhões se tratam de desktops (segmento que decaiu em 31%) e 6,4 milhões de notebooks (queda de 22%) — 29% deles voltados ao mercado corporativo e 71% ao consumidor final. Entre os fatores que influenciaram negativamente o mercado estão o Carnaval fora de época, a Copa do Mundo, as eleições presidências e a alta do dólar.

“Tradicionalmente, março é um mês muito positivo para o mercado de PCs, porém, o Carnaval adiado fez com que o 1º trimestre fosse muito negativo em vendas”, explica Pedro Hagge, analista de pesquisas da IDC Brasil. “Logo em seguida houve a Copa do Mundo e os varejistas focaram em outras categorias de produtos. As incertezas em relação às eleições e a volatilidade da moeda americana também contribuíram para o mau desempenho em 2014”, complementa.

Para 2015, a IDC prevê um encolhimento de 3% no Brasil — grande parte disso devido à alta do dólar, que faz com que produtos eletrônicos aumente de preço. Segundo Hagge, esse fator, aliado à instabilidade econômica e a adoção de outros dispositivos, vai fazer com que o mercado nacional termine este ano em baixa.

Cupons de desconto TecMundo: