(Fonte da imagem: Reprodução/Info)

Devido a uma queda de 2% no número de PCs vendidos no Brasil em 2012, o país caiu para a quarta posição no ranking mundial que mede a venda desse tipo de produto, sendo ultrapassado pelo Japão. O resultado foi publicado na última terça-feira (19) pela consultoria IDC, que não divulga o número de dispositivos vendidos nos locais analisados.

Em 2012, o Brasil registrou o comércio de 8,9 milhões de dispositivos portáteis (notebooks, netbooks e ultrabooks) e 6,9 milhões de desktops. A queda do país no ranking pode ser explicada por uma diminuição das vendas registradas no quarto trimestre comercial do ano passado, que foram 8% menores quando comparadas ao trimestre anterior.

“A queda se deu porque muitos varejistas ainda tinham estoques dos trimestres anteriores, formados com base no otimismo do início do ano em relação à economia do país”, afirma Camila Pereira Santos, analista de mercado da IDC Brasil. Outro fator que influenciou no resultado foi a preferência cada vez maior por dispositivos como tablets e smartphones, que tem se apresentado como uma opção cada vez mais atrativa aos computadores tradicionais.

Segundo Camila, é possível detectar uma tendência de queda na venda de PCs no Brasil, porém isso deve acontecer em um ritmo lento. Segundo ela, a base de computadores instalados em empresas ainda é grande, enquanto a adoção de dispositivos como notebooks ainda é tímida — a IDC prevê que, em 2013, o mercado registre vendas 7,2% do que em 2012.

Cupons de desconto TecMundo: