(Fonte da imagem: iStock)

Ano a ano, o mercado brasileiro de TI e Informática vem tendo cada vez mais motivos para comemorar. Não bastassem o bom momento econômico e o surgimento de novas tecnologias, a ilegalidade de produtos no setor tem regredido gradativamente.

Isso é o que revela a 3ª Pesquisa Inédita Setorial e Salarial dos Distribuidores de TI e o 2º Censo de Revendas da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação (ABRADISTI), a qual apontou que o mercado ilegal de componentes diminuiu muito no Brasil em 2012, com HDs, discos ópticos e motherboard (placas-mãe) com representatividade de apenas 2%, e memória DRAM com participação de 7%. No último ano, esses números podiam chegar à casa dos 12%.

No entanto, outros produtos como consoles de games, smartphones, câmera digital, pendrive, receptor de TV digital, GPS etc., ainda apresentam consideráveis índices de ilegalidade.

 

Cupons de desconto TecMundo: