(Fonte da imagem: Reprodução/Business Wire)

Embora os PCs estejam longe de correr o risco de desaparecer, aparelhos do tipo devem continuar perdendo espaço durante 2013. Devido ao crescimento de gadgets como tablets e smartphones, além do número relativamente baixo das vendas do Windows 8, os números desse mercado não devem ser muitos animadores este ano.

Uma análise feita pela empresa International Data Corporation (IDC) indica que deve haver uma queda de 1,3% no número de desktops comercializados em 2013. Entre os motivos para isso está a diminuição vista no orçamento de departamentos de tecnologia de informação e uma desaceleração no crescimento de países com economia emergente.

Pouca animação com o Windows 8

Outro fator que deve colaborar para a queda é o número limitado de aparelhos touchscreen compatíveis com o Windows 8 disponíveis no mercado. Além disso, a maioria dos produtos disponíveis atualmente no mercado falhou em atrair a atenção dos consumidores, seja pelos recursos que oferecem ou pelos preços exagerados que são cobrados pelas fabricantes.

“O mercado de PCs ainda está procurando modelos atualizados para ganhar atratividade e aumentar o número de vendas em um mercado muito competitivo”, afirma Loren Loverde, da IDC. Segundo ela, tablets ainda não são vistos como substitutos completos para os desktops convencionais, embora estejam atraindo a atenção de consumidores que procuram aparelhos com características móveis fortes.

Cupons de desconto TecMundo: