Huawei apresenta novidades em IA e machine learning em evento no Brasil

2 min de leitura
Patrocinado
Imagem de: Huawei apresenta novidades em IA e machine learning em evento no Brasil
Imagem: Huawei

A Huawei Cloud realizou um evento no Brasil para apresentar as suas mais novas ferramentas no campo da inteligência artificial. A conferência é a Huawei Cloud Summit, que aconteceu em 22 de novembro na cidade de São Paulo.

Após um discurso de abertura do CEO da Huawei no Brasil, Sun Baocheng, a companhia detalhou três plataformas de machine learning que fazem parte da família Huawei Cloud.

smart people are cooler

Tecnologia, negócios e comportamento sob um olhar crítico.

Assine já o The BRIEF, a newsletter diária que te deixa por dentro de tudo

Sun Baocheng no palco do Huawei Cloud Summit.Sun Baocheng no palco do Huawei Cloud Summit.Fonte:  Huawei 

Com foco total em economia digital, elas têm aplicação em diversos setores, com possibilidades de uso tanto governamental quanto em diferentes áreas da indústria.

Pangu 3.0: um modelo que se molda para as necessidades

Uma das novidades é o Pangu 3.0, um sistema de modelos de IA que usa aprendizado de máquina para resolver "desafios complexos" de setores como economia, mineração, meteorologia e transportes.

Lançado no início do ano, o Pangu 3.0 é capaz de se adaptar às demandas para atender cada setor. O Pangu Weather, por exemplo, tem análises de dados a uma velocidade 10 mil vezes maior do que os sistemas atuais para prever trajetórias e horários de tufões e outras condições climáticas extremas.

O modelo Pangu Weather ajudando na geração de informações climáticas.O modelo Pangu Weather ajudando na geração de informações climáticas.Fonte:  Huawei 

Já o Pangu Mining, também em aplicação na China, lê altas quantidades de dados para automatizar operações no setor de mineração, como escavação e comunicação entre processos.

GaussDB: lidando com informações na nuvem

Outra novidade da Huawei apresentada durante o evento é o banco de dados em nuvem GaussDB.

Essa é uma forma de construção de bancos de dados "ultradistribuível e ultraescalável", que pode ser aplicado em áreas com altos números de clientes e operações — como bancos, agências de seguros e empresas de energia, por exemplo.

Uma interface do GaussDB.Uma interface do GaussDB.Fonte:  Huawei 

A empresa de TI focada em saúde MV Sistemas é uma das clientes que já utiliza o GaussDB e recentemente fez a migração para a nova plataforma de análise e visualização de informações.

MetaStudio (Digital Human): avatares digitais realistas com IA

O terceiro serviço confirmado pela empresa é o MetaStudio, mostrado principalmente na forma do projeto Digital Human.

Essa "pipeline de produção de conteúdo digital" é uma tecnologia de criação de avatares digitais com características realistas e respostas geradas automaticamente por IA.

As possibilidades de uso de um avatar digital.As possibilidades de uso de um avatar digital.Fonte:  Huawei 

Essas figuras em 2D ou 3D podem ser usadas para expandir o trabalho de apresentadores ou streamers, por exemplo, ajudando na tradução de conteúdo para outros idiomas.

Ela também pode ser usada como uma personalidade digital de marcas ou canais de vendas, por exemplo. Fora do campo dos avatares, a tecnologia possui aplicação também em renderização de conteúdos de vídeo em 3D na nuvem e transmissões ao vivo com baixa latência.

Curtiu as novidades? Então continue acompanhando o TecMundo para ficar por dentro de tudo no mundo da tecnologia!

smart people are cooler

Tecnologia, negócios e comportamento sob um olhar crítico.

Assine já o The BRIEF, a newsletter diária que te deixa por dentro de tudo

Fontes

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.