Binance é processada por danos a compradores de Terra (Luna)

1 min de leitura
Imagem de: Binance é processada por danos a compradores de Terra (Luna)
Imagem: Binance/Divulgação

A Binance, que enfrentou problemas com uma transação travada em seu sistema na segunda-feira (13), levando à paralisação temporária dos saques de bitcoins, está sendo processada por investidores norte-americanos que se sentiram lesados após o colapso da stablecoin TerraUSD. No mês passado, o token Terra (Luna) perdeu quase todo o seu valor, caindo para menos de US$ 0,01.

Em uma das ações, o autor Jeffrey Lockhart acusa a corretora de criptomoedas de anunciar falsamente o TerraUSD como um ativo seguro, que teria lastro em moeda fiduciária como o dólar, por exemplo. No entanto, trata-se de uma stablecoin algorítmica, apoiada pelo token Luna para manter a sua estabilidade, como lembra o Engadget.

O autor do processo também alega que a Binance não está registrada como corretora junto à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC). Para ele, isso limita a divulgação sobre os ativos negociados na plataforma, consistindo em prejuízo para os investidores.

A queda da criptomoeda Luna deixou muitos investidores no prejuízo.A queda da criptomoeda Luna deixou muitos investidores no prejuízo.Fonte:  Shutterstock 

“As exchanges de criptomoedas obtiveram lucros maciços ao desrespeitar as leis de valores mobiliários e causar danos reais a pessoas reais”, afirmou o escritório de advocacia Dontzin Nagy & Fleissig, que representa Lockhart, em comunicado enviado à Reuters. Os advogados querem que o processo seja registrado como ação coletiva, atendendo a outros compradores de TerraUSD na Binance.

Empresa se defende

À agência de notícias, um porta-voz da corretora disse que ela possui registro na Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA (FinCEN), agência ligada ao Departamento do Tesouro americano. Dessa forma, a companhia atua de forma legal no país.

O representante negou as acusações de Lockhart e ressaltou que a exchange se defenderá “vigorosamente” no processo. Vale lembrar ainda a existência de uma ação coletiva contra a Binance nos EUA, movida no estado da Califórnia, com acusações semelhantes às feitas pelo morador de Utah em relação aos supostos falsos anúncios da plataforma de negociação de criptomoedas.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.