Nubank divulga duas startups apoiadas pelo programa Semente Preta

1 min de leitura
Imagem de: Nubank divulga duas startups apoiadas pelo programa Semente Preta
Imagem: Nubank
Avatar do autor

O Nubank lançou, na quarta-feira (26), a segunda rodada do Semente Preta, programa de desenvolvimento dirigido a startups fundadas e lideradas por empreendedores negros. Dentro do seu compromisso com a diversidade, o banco digital pesquisa empresas de tecnologia que gerem impacto social positivo, para receber incentivos financeiros, treinamentos e consultorias em seus negócios.

Conheça as duas selecionadas.

Toti Diversidade

Fonte: Nubank/Divulgação.Fonte: Nubank/Divulgação.Fonte:  Nubank 

A decisão de ligar pessoas refugiadas e migrantes, normalmente destinadas a subempregos, à área de tecnologia começou quando o engenheiro mecânico Caio Rodrigues, hoje diretor executivo da Toti Diversidade, fundou junto com seis colegas do CEFET do Rio Janeiro uma plataforma com metodologia própria para o ensino e inclusão desses imigrantes no mercado de trabalho da tecnologia, uma área muito disputada por empresas durante a pandemia.

“A área de tecnologia é dominada por pessoas que têm acesso a ferramentas e oportunidades para estudar e ingressar nas vagas". A ideia, segundo o executivo, é promover uma verdadeira revolução, "não só pela democratização do ensino, mas também pela inclusão no emprego, que é o nosso principal objetivo”, afirma Caio no Blog do Nubank.

akinTec

Fonte: Nubank/Divulgação.Fonte: Nubank/Divulgação.Fonte:  Nubank 

O lema da segunda startup a receber apoio do fundo de investimento do Nubank – a akinTec – está estampado em seu site: “Quem é cria da periferia tá ligado que somos ignorados pelas grandes corporações, quando o assunto é acesso aos serviços”. A frase é parte da história do fundador da empresa, Leandro Dias, nascido no Jardim Brasil, considerado um dos bairros mais violentos da periferia de São Paulo.

Tendo a sorte, segundo ele, de contar com uma família bem estruturada, o jovem foi aprovado na USP e começou sua carreira, tentando "entender como fazer um banco dentro da comunidade". O projeto não foi adiante, mas lançou as bases da akinTec, um aplicativo que funciona como hub digital de serviços, delivery e sistema de pagamento, inteiramente voltado para as necessidades e para a realidade dos brasileiros que vivem em comunidades.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.