Dona do TikTok, ByteDance 'enlouquece' mercado com reestruturação

1 min de leitura
Imagem de: Dona do TikTok, ByteDance 'enlouquece' mercado com reestruturação
Imagem: ByteDance
Avatar do autor

Depois de anunciar, no início do ano, que iria revisar suas “necessidades de negócios”, prometendo “reduzir os investimentos em áreas que não são os principais focos da empresa”, a empresa controladora do TikTok, ByteDance, surpreendeu os analistas de mercado ao anunciar, nesta quarta-feira (19), que está dissolvendo toda a sua equipe de investimentos estratégicos.

A decisão preocupou outros gigantes chineses da internet, que construíram sua expansão no mercado mundial através de investimentos em outras empresas. É que essa equipe de especialistas foi a responsável pelo apoio a 169 companhias, conforme amplamente divulgado pelo banco de dados chinês de startups IT Juzi. Ou seja, a tal "reestruturação" pode estar ligada a um documento do governo chinês, para "engessar" novos investimentos.

Divulgado pela Reuters nesta quarta-feira (19), e negado pelo regulador do ciberespaço da China, o suposto documento envolveria diretrizes para que os chamados "gigantes da internet" chineses tenham que obter uma aprovação daquela agência antes de realizar qualquer tipo de investimento ou captação de recursos.

O que diz o órgão regulador chinês?

Fonte: Andrea Piacquadio/Pexels/Reprodução.Fonte: Andrea Piacquadio/Pexels/Reprodução.Fonte:  Andrea Piacquadio/Pexels 

Para o governo chinês, qualquer plataforma de internet com mais de 100 milhões de usuários ou mais de 10 bilhões de yuans (R$ 8,6 bilhões) em receita é considerada um "gigante", segundo a Reuters. Ou seja, se a regra for real, vai colocar em um mesmo saco empresas como Tencent (conhecida como SoftBank da China), Alibaba, Pinduoduo, JD.com e Baidu.

Apesar de, em nenhum momento, haver qualquer tipo de referência à pressão antitruste como causa da onda de desinvestimentos realizada na China, existem muitas especulações a respeito de uma pressão estatal para enfraquecer o poder expansionista de suas maiores plataformas de internet. Muitas delas, aliás, têm recebido pesadas multas por violação a leis contra monopólios.

Sobre o assunto, o regulador chinês do ciberespaço afirmou à Reuters que as supostas “diretrizes para IPO, investimento e captação de recursos de empresas de internet são falsas”.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.