O que é startup? Veja como funciona esse modelo de empresa

4 min de leitura
Imagem de: O que é startup? Veja como funciona esse modelo de empresa
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Startup é um modelo de empresa criado com o intuito de encontrar uma solução inovadora para um problema específico, sendo também uma forma de empreender, mesmo que seja uma empreitada com maiores riscos.

Hoje, o TecMundo te explica o que são as startups, como elas funcionam e as principais empresas que começaram nesse formato e hoje são referências no mercado mundial. Confira.

O que é uma Startup?

Startup é o nome dado para uma pequena empresa que está começando (daí o termo "start", que em inglês significa "começar"), cujo objetivo principal é, na maioria das vezes, criar uma solução inovadora para solucionar um determinado problema. Além disso, elas têm a característica de trabalhar com um prazo bem mais curto em relação aos praticados por grandes corporações.

Uma Startup pode ser formada por amigos, colegas de faculdade ou pessoas com ideias em comumUma startup pode ser formada por amigos, colegas de faculdade ou pessoas com ideias em comum.Fonte:  Shutterstock 

Entretanto, por mais que as ideias tenham um potencial gigantesco, em grande parte delas há o risco dos projetos não se concretizarem. Isso por conta de diversos fatores, desde a pouca mão de obra e o baixo investimento até a execução malsucedida do planejamento.

Em contrapartida, algumas dessas empresas, que começaram com ideias ambiciosas e arriscadas, obtiveram sucesso e hoje são grandes corporações, sendo referências em alguns setores. Uma curiosidade é que algumas delas até têm um plano de financiamento de projetos, que também é chamado de "incubadora de startups".

O YouTube começou como uma Startup e foi comprada pela Google em 2006O YouTube começou como uma startup e foi comprado pela Google em 2006.Fonte:  Fortune 

Como funciona uma Startup?

Geralmente, uma startup começa com um pequeno grupo de funcionários. Alguns deles chegam a exercer mais de uma função, tanto para poupar os recursos como para dar mais agilidade ao desenvolvimento do projeto.

Há muitas empresas e patrocinadores que apoiam projetos considerados inovadores. Em geral, quando isso acontece, há um plano de execução em que consta todo o detalhamento do desenvolvimento até a sua data de entrega. Porém, quando não há recursos injetados, essas pequenas empresas precisam organizar suas finanças junto a um plano de ação.

Quando não há um investidor, os projetos ficam ainda mais complicados para serem desenvolvidosQuando não há um investidor, os projetos ficam ainda mais complicados para serem desenvolvidos.Fonte:  Shutterstock 

Para facilitar o entendimento, vamos simular uma startup que esteja desenvolvendo o projeto de um carro que voa. Esse mesmo projeto tem um investimento de um patrocinador que "comprou a ideia" e quer injetar um capital para tirar o projeto do papel.

Simulando um cenário perfeito, em pouco tempo a empresa consegue desenvolver seu primeiro veículo voador. Ele não apresenta problemas e é considerado por muitos como a grande solução para o trânsito urbano. Com isso, as montadoras de todo o mundo começam a encomendar projetos para que seus carros funcionem dessa mesma forma. Assim, o que era uma pequena startup, aos poucos, começa a se consolidar como uma empresa inovadora, e o seu grande patrocinador consegue obter grandes lucros com o investimento.

Já simulando um cenário ruim depois de meses, a empresa não consegue desenvolver o protótipo de um veículo. Com isso, ela precisa encerrar suas atividades já que os recursos foram esgotados, junto das soluções para os imprevistos que surgiram ao longo do caminho. Além de ela não ter nenhum lucro com o projeto que era considerado inovador, seu patrocinador também perde todo o dinheiro investido, uma vez que a sua "aposta" não deu certo.

Toda Startups conta com grandes riscos no desenvolvimento de seus projetosToda startup conta com grandes riscos no desenvolvimento de seus projetos.Fonte:  Shutterstock 

Startups mais famosas

Há muitos casos de empresas que começaram no modelo de startup e hoje são referência em alguns setores, a mais popular entre elas é o YouTube.

Para quem não sabe, o YouTube foi criado por três desenvolvedores: Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim. O objetivo era criar um simples site para o compartilhamento de vídeos, mas o projeto deu tão certo que o serviço se popularizou rapidamente e acabou sendo adquirido pela Google em 2006, por 1,65 bilhões de dólares.

O YouTube é uma das Startups mais bem sucedidas da históriaO YouTube é uma das startups mais bem-sucedidas da história.Fonte:  Divulgação 

No Brasil, também temos grandes exemplos de empresas que começaram como startups e hoje são grandes corporações. Entre elas, o destaque é o iFood, que solucionou um grande problema de restaurantes e clientes, a forma que os pedidos eram realizados e entregues. Hoje, a plataforma é a grande referência no serviço de entrega de refeições e bebidas.

Outro grande exemplo é o Nubank, que "bateu de frente" com as instituições bancárias e apresentou uma série de inovações. A começar pela redução de taxas e das burocracias tradicionais dos bancos comuns; depois, pela forma como exerce seu atendimento: em uma linguagem mais descolada, pela interação nas redes sociais e com ações inovadoras para atrair novos clientes.

O Nubank é um dos maiores casos de sucesso aqui no BrasilO Nubank é um dos maiores casos de sucesso aqui no Brasil.Fonte:  Blog Nubank 

Agora que você já sabe o que é e como funciona uma startup, não deixe passar aquela sua "ideia mirabolante" e coloque-a em prática! Quem sabe você não seja o responsável pelo próximo caso de sucesso.

Ainda está com alguma dúvida? Conte para a gente aqui nos comentários.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes