Honor supera Xiaomi e Apple em ranking de vendas na China

1 min de leitura
Imagem de: Honor supera Xiaomi e Apple em ranking de vendas na China
Imagem: Honor/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A consultoria Cinno Research divulgou, nessa segunda-feira (30), dados sobre a comercialização de celulares na China em julho. E o principal destaque no relatório foi a Honor, que superou concorrentes de peso para chegar ao terceiro lugar no ranking de vendas do período.

De acordo com o ChinaDaily, a antiga subsidiária da Huawei vendeu um total de 4 milhões de smartphones no mercado chinês ao longo de julho. Com essa quantidade, ela superou a Xiaomi (3,9 milhões) e a Apple (3 milhões), que ficaram na quarta e na quinta colocações, respectivamente.

O pódio alcançado sinaliza a recuperação da companhia, que enfrentou problemas com a escassez de componentes e tinha uma participação de apenas 3% do mercado chinês ao se separar da Huawei, no ano passado. Após a normalização do fornecimento de peças, a Honor acelerou seu crescimento em curto prazo.

A série Honor 50 foi lançada em junho, em vários países.A série Honor 50 foi lançada em junho, em vários países.Fonte:  Honor/Divulgação 

Em junho, a empresa apresentou os modelos Honor 50 e Honor 50 Pro, que trouxeram os apps da Google de volta após as sanções do governo americano. Já em agosto, seu portfólio foi renovado com as chegadas da série Magic 3, equipada com Snapdragon 888, e do intermediário premium X20 5G, com câmera de 64 MP.

Oppo e Vivo lideram

Com 5,6 milhões de celulares vendidos, a Oppo manteve a liderança na China em julho, mês que registrou um aumento de 28,6% nas vendas em comparação com o mesmo período do ano passado, chegando a 28,68 milhões de telefones. A companhia foi seguida de perto pela Vivo e as suas 5,3 milhões de unidades comercializadas.

Segundo a consultoria, os smartphones 5G lideraram a procura dos consumidores chineses, sendo 22,83 milhões de aparelhos vendidos (79,6% do total). O relatório mostrou ainda o crescimento da MediaTek como a principal fornecedora de processadores, registrando 10,2 milhões de unidades, superando a Qualcomm, agora na segunda posição.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.