Com Apple na liderança, mercado de smartwatches cresce 27% ao ano

1 min de leitura
Imagem de: Com Apple na liderança, mercado de smartwatches cresce 27% ao ano
Imagem: Onur Binay/Unsplash/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A remessa global de smartwatches no 2º trimestre de 2021 cresceu 27% em comparação ao mesmo período no ano passado. Apurado pela Counterpoint Research, os dados do Global Smartwatch Model Tracker foram publicados nesta quinta-feira (26).

Líder em vendas, a Apple teve uma ligeira redução na participação de mercado em relação a 2020. Por outro lado, a Samsung e a Garmin tiveram um aumento notável de remessas e superaram a taxa média de crescimento do setor.

Porcentagem de remessas das principais fabricantes no 2º trimestre de 2020 e 2021.Porcentagem de remessas das principais fabricantes no 2º trimestre de 2020 e 2021.Fonte:  Conterpoint Research/Divulgação 

Apple Watch atinge base de 100 milhões de usuários

Durante o 2º trimestre de 2021, o Apple Watch ultrapassou a marca de 100 milhões de usuários. Conforme os dados, os EUA são o principal mercado para o dispositivo, com mais da metade da base de clientes e taxa de adesão de quase 30%.

“Olhando o sucesso da Apple, muitas marcas lançaram aparelhos com sistemas relativamente inferiores. Mas os modelos têm recursos relacionados à saúde equiparáveis e preços acessíveis para milhões de usuários”, cita o analista Sujeong Lim.

A covid-19 também fez os consumidores buscarem por relógios inteligentes com recursos extras de saúde, como o oxímetro. Indiretamente, isso ajudou o segmento de gadgets abaixo dos US$ 100 – cerca de R$ 525 na atual conversão – a crescer 547% ao ano.

Smartwatches mais vendidos no mundo no 2º trimestre de 2021.Smartwatches mais vendidos no mundo no 2º trimestre de 2021.Fonte:  Conterpoint Research/Divulgação 

Índia: um mercado em expansão

A América do Norte e a China ainda são os principais mercados para smartwatches. Entretanto, como acontece no setor de smartphones, a recuperação dos gastos dos consumidores após a pandemia foi mais lenta do que em outras regiões.

O menor mercado no 2º trimestre de 2020 com menos de 2% das remessas globais, a Índia aumentou a participação para 6% em um ano. Crescimento impulsionado por gadgets acessíveis e cheios de recursos de marcas como Xiaomi, boAt e Noise.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.