China pode adiar ainda mais a compra da ARM pela Nvidia

1 min de leitura
Imagem de: China pode adiar ainda mais a compra da ARM pela Nvidia
Avatar do autor

Na última sexta-feira (30) o site The Information relatou que autoridades anticompetitividade da China estariam adiando a avaliação do processo de aquisição da ARM pela Nvidia. Anunciada em setembro de 2020, a compra no valor de US$ 40 milhões vem sendo criticada por grandes empresas da tecnologia como Google, Microsoft e Qualcomm.

Segundo o relato, os reguladores ainda não iniciaram a revisão formal da aquisição que pode demorar até seis meses devido o alto valor da transição. Apesar de não estar claro o porquê do atraso, indícios apontam que duas empresas parceiras da ARM — Huawei e ZTE — não apoiam o negócio.

Liderada por Jensen Huang, Nvidia iniciou a compra da ARM em setembro de 2020. (Fonte: ComputerWorld / Reprodução)Liderada por Jensen Huang, Nvidia iniciou a compra da ARM em setembro de 2020. (Fonte: ComputerWorld / Reprodução)Fonte:  ComputerWorld 

Um dos motivos da demora foi o que a Nvidia atrasou a entrega de documentos para a Comissão Europeia e terá que esperar o fim do recesso de verão para que os reguladores comecem a avaliar o processo. A ARM deu um prazo de 18 meses para a conclusão da compra.

Com receio da possível limitação de produtos, gigantes da tecnologia se posicionaram contra a negociação. A Qualcomm disse que estaria interessada em comprar parte das ações da ARM, caso a empresa abra capital ao invés de ser vendida para a Nvidia.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.